NÃO USEIS DE VÃS REPETIÇÕES.

orai-sempre Mateus 6: 7 e 8: E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios, que pensam que por muito falarem serão ouvidos. Não vos assemelheis, pois, a eles; porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes de vós lho pedirdes.

Esta prática até hoje pode ser vista em muitos países do Oriente, como também no Romanismo, com seus rosários e terços. Era um conceito pagão que norteava esta prática. Eles pensavam que por muito falar seriam ouvidos. Na Bíblia temos a narrativa dos profetas de baal que oraram desde cedo até meio-dia, ainda se retalhavam com facas e lancetas, conforme era o costume deles, porém não ouve nenhuma resposta (I Rs 18.26-29). O que estava por detrás disto? O entendimento que a resposta de oração é meritória. Se fizessem orações longas e autoflagelações seriam ouvidos. Muitos hoje em dia ainda têm este conceito, porém isto é um engano, o mérito é de Cristo, por isto temos que orar em nome de Jesus (Jo 15.16). Só o sangue de Jesus nos dá acesso ao trono de Deus. Não são os “esquemas” nas orações que garantem a resposta, mas sim a mediação de Cristo, nosso intercessor e advogado.

Outro aspecto desta prática é o pensamento de que o fim da oração é a petição. Muitos pensam na oração como meio de petição, como se a oração se resumisse a isto. Tanto não é assim, que Jesus disse que o Pai sabia o que era necessário a eles. Deus conhece suas necessidades antes de você pedir.

A essência da oração não é a petição, e sim o relacionamento com Deus. Por isto Jesus ensinou a oração começando com o “Pai nosso”. Como filhos praticaremos as orações de adoração e de gratidão também e não apenas da petição. Jesus nos ensina a pedir para que a petição seja uma forma de fortalecimento entre o Pai e nós, seus filhos. O pedir, buscar e bater está ligado à filiação Divina através de Jesus Cristo. Veja o texto abaixo:

Mateus 7. 7-11: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á. Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se-lhe-á. E qual de entre vós é o homem que, pedindo-lhe pão o seu filho, lhe dará uma pedra? E, pedindo-lhe peixe, lhe dará uma serpente? Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará bens aos que lhe pedirem?

Ore como filho e não se valha das vãs repetições. E quando acontece isto? Quando se crê em “estratégias meritórias” para se alcançar as respostas nas orações. Creia apenas em Jesus e peça sempre para que a vontade de Deus seja feita na terra como no céu.

(O autor do artigo é o Pr. Eber Jamil, dono do blog).

About these ads

16 Respostas para “NÃO USEIS DE VÃS REPETIÇÕES.

  1. Podemos perceber, q na verdade não deveriamos pedir, e sim agradecer a Deus, pois nós estamos ligados a ele por ele e para ele!

  2. pedro henrique

    A Paz do senhor

    Gostei muito dos artigos que o irmão tem mandado para mim,tem sido de grande proveito. Deus continue te abençoando muito vc e toda sua familia.

  3. É erroneo dizer que o terço é repetitivo se baseando nestes versiculos. O proprio Jesus no horto das oliveiras quando ia ser entregue rezou por 3X da mesma maneira pedindo que o Pai afastasse dele o cálice da crucificação. A vã repetição é multiplicar palavras tentando explicar a Deus aquilo que Ele na sua onisciencia ja conhece. Toda petiçao repetitiva nao é falta de fé ao contrário voce continua pedindo como na parabola contada pelo próprio Cristo a respeito do pedinte importuno que é atendido por perseverar na oração.

  4. Jesus, de fato, repetiu três vezes a mesma oração no Getsêmani. Entretanto, Ele não confiou na “repetição” para conseguir a resposta. Na verdade aquela oração foi de resignação, de submissão, pois Jesus sabia que o cálice não se afastaria dele. Foi uma oração de entrega a Deus e a Sua Vontade.

  5. Rafael Araújo

    O terço é uma invenção humana, e de fato as rezas romanas são vãs repetições pois sobre elas está o valor meritório para conseguir o perdão de Deus. Apenas por Jesus Cristo conseguimos o perdão de Deus. Não é o fato de rezar 3 ave maria ou 2 pai nosso, ou o terço inteiro um milhão de vezes, e sim pelo fato de que JESUS morreu na cruz e venceu a morte, e apenas por causa desse, e apenas por esse, ato e fato é que temos acesso ao Pai. Entre Deus e os homens havia um abismo e Jesus fez e é a ponte, não as rezas ou terços. Uma reza ainda que sincera e verdade não me torna meritório para coisa alguma. Oração apenas no nome de Jesus.

  6. antonio marcos

    meus irmaos, o que a bíblia e até mesmo o SENHOR JESUS querem nos dizer é que o que DEUS na realidade quer de nós é a intimidade com ele o que nos leva a fazer uma oraçao como uma conversa com ele alé de adorá-lo como o único e verdadeiro DEUS e SENHOR. Imaginem uma coisa como exemplo: eu vou até a casa de voces e de repente eu fico com sede, então vou até voces e peço agua: me dá água, me dá água, me dá água, me dá água, me dá água, me dá água, me dá água, me dá água, me dá água, me dá água, me dá água, me dá água, 150 vezes….me dá água. o que vocês fariam. no mínimo ficariam nervosos e pediriam para parar porque na primeira pedida voces já sabiam o que eu queria, ou se alguem que voce considera ou ama muito fosse fazer um elogio a voces e viesse com um papel todo escrito e começasse a ler um papel que nem ao menos foi ela que escreveu, ou até mesmo por obrigaçao e não por amor,é diferente de essa pessoa chegar até voce e te declarar expontaneamente, com algo vindo do coraçao dela! DEUS é do mesmo jeito, voces oram a ELE com suas palavras vindo do coraçao, ELE os escuta e atende a oraçao. JESUS fala para conversarmos com DEUS e não para repetirmos demais ou lermos as aplavras a dizer para ELE POIS ele quer se relacionar com seus filhos. um abraçao a todos que o SENHOR os abençoe, paz do SENHOR.

  7. Eu acho que ficar repetindo a oração,não seria muito maduro para um cristão.

  8. maria manuela joaquim

    olá..fui criticada por escrever oraçõeS MUITO LONGAS..MAS O QUE EU FALO E O QUE EU SINTO..E COMO SE ESTIVE-SE A FALAR ALI COM DEUS..E AS NOSSAS CONVERSAS NUNCA SE REPETEM…ESCREVO ORAÇOES NO FACEBOOK.NUMA PAGINA QUE ABRIMOS PARA PEDIDOS DE ORAÇOES…JA HA ALGUM TEMPO..SO QUE AGORA ACHAM QUE FALO DEMAIS COM DUS..E QUE ELE NAO ME IRA OUVIR..ACHO ISTO UM ABSURDO..ISTO É OBRA DO INIMIGO ACHO EU..

  9. Gloria ao Senhor Jesus! porque só Ele pode nos trazer a salvaçao. Quanndo conversamos com um amigo nao ficamos repetido, sempre a mesma coisa porque a conversa é variada em muitos assuntos. Isso se chama comunhão ,intimidade com o amigo,mas se eu sempre falar a mesma repentido todos os dias a mesma coisa.vou chatiá-lo,e ele não vai querer me ouvir mais.Assim tambem é o Deus todo poderoso,temos que ser amigos dele,e conversar com ele de tudo isto é orar.desabafar.confiar,mas se todo dia ficar repetindo a mesma coisa ,dai vamos chatia-lo ai não nos ouvirá. mais.Pense nisso,é ou nao é??

  10. Shirlei Vasquez

    Pois então… Na mesma passagem é dito pra entrarmos em nosso quarto, fecharmos a porta e em secreto orarmos ao Pai, que ouve em secreto e nos recompensa publicamente. Publicar pedidos de oração tudo bem, mas publicar as orações no oração no face ??? Não me admira as criticas.

  11. Paulo José Dantas Franca

    Só percebi nos artigos um grande jogo de palavras manipuladoras.
    Se os Gentios oravam repetidamente achando que desta forma seriam salvos e que não precisariam ter atitudes de amor para com o próximo.
    Acho que estavam errados, Como acho que quem carrega a bíblia para cima e para baixo também, só praticando isto, está agindo como os gentios.
    Acho também que orar ou resar, que é a mesma coisa, em repetição ligado a Deus e pensando no próximo, no bem da humanidade está agindo de forma correta.

    Quando você reza ou ora , que é a mesma coisa, com repetição e está ligado ao nosso Deus E

    • O problema não está em repetir. De vez em quando, repito a Oração do Pai Nosso e não acho errado isto. O problema é repetir e atribuir mérito a oração pela “força” da repetição. Ou errado, ainda, repetir de tal forma que se perca a noção do que esteja dizendo. A oração deve vir do coração e não dos lábios para fora.
      Fazemos distinção entre as palavras oração e reza, justamente porque reza lembra uma oração decorada e oração algo espontâneo. Mas a “reza” não será reza, quando dirigida a Deus, através de Jesus, e com o coração envolvido, como pode acontecer com a repetição do Pai Nosso.

  12. Não podemos ser como lindas sepulturas, bonitos apenas por fora. Quando o pecado causar repugnância em nós, então seremos perdoados. A vida se encarrega disso, e Deus nos aguarda ansiosamente. Assim entenderemos as nossas vãs repetições. Não Oramos diariamente o Pai nosso que afinal para alguns milhares de protestantes virou um terço de apenas uma oração?

  13. será que se todo dia eu pedir para Deus salvar e converter o coração duro da minha família eu estou usando de vãs repetições?
    qual a diferença entre intercessão e vãs repetições

    • O problema não está em repetir…o problema é confiar no “poder” da repetição…ao invés de confiar em Deus a pessoa pode confiar no modo de orar e na insistência…confiando em Deus não tem problema persistir e perseverar porque sabe que é da vontade de Deus fazê-lo….

  14. Vã repetição é pedir sem fé! Oração religiosa sem conteúdo, não acreditar no que esta orando, Orar simplesmente para cumprir ritual religioso. Oração é diálogo com Deus e não uma catarse espiritual.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s