TEU É O REINO, O PODER E A GLÓRIA PARA SEMPRE.

coroa-2 Em algumas versões bíblicas não tem esta expressão final: teu é o reino, o poder e a glória para sempre. Pois alguns a consideram uma interpolação e que não está nos melhores manuscritos originais. A minha postura é confiar em Deus que zela por sua palavra, portanto não tenho dificuldades em aceitar este lindo final. É maravilhoso reafirmar a magestade e o poder de Deus.

Este final é um verdadeiro ponto culminante que carrega toda a ambiência dessa oração modelo. Parece ter sido influenciado pela passagem de I Crônicas 29: 11 – 13, que é uma oração de Davi:

Tua é, SENHOR, a magnificência, e o poder, e a honra, e a vitória, e a majestade; porque teu é tudo quanto há nos céus e na terra; teu é, SENHOR, o reino, e tu te exaltaste por cabeça sobre todos. E riquezas e glória vêm de diante de ti, e tu dominas sobre tudo, e na tua mão há força e poder; e na tua mão está o engrandecer e o dar força a tudo. Agora, pois, ó Deus nosso, graças te damos, e louvamos o nome da tua glória.”

O reino é dEle.

Deus é o Senhor da história: o Rei dos reis. Reina agora sobre todos e mantém uma posição superior a qualquer autoridade espiritual e terrena.

Jesus ensinou nessa oração a pedir: venha o teu reino. Tal pedido é um ato de rendição ao Senhorio de Deus. Tal pedido não é passivo, mas um compromisso de participação da concretização do reino de Deus aqui na terra. Sem dúvida esta petição é uma atitude de comprometimento com os valores do reino de Deus. Nós como filhos de Deus vivendo nesta terra enfrentamos as seduções dos valores mundanos que nos cercam. Porém Jesus nos ensina que os valores do Seu reino devem ser a nossa prioridade.

O outro pedido: faça-se a tua vontade, assim na terra como no céu mostra que a nossa vida terrena deve se aproximar o máximo da vida no céu. Ambos pedidos reafirmam que o reino pertence a Deus para todo sempre. O “seja feita a tua vontade” não é apenas em relação aos nossos pedidos, mas também em relação a nossa vida. Jesus nos ensina a alinhar-nos ao longo da vida aos propósitos de Deus.

O poder é dEle.

A Deus pertence toda a autoridade sobre o universo físico e sobre o reino espiritual. Ele criou o universo físico e também o espiritual, não havendo nada, em nossa vida ou nas circunstâncias, que escape do poder divino.

Jesus ensinou nesta oração a pedir pelo pão de cada dia mostrando que Deus tem o poder da provisão. Deus quer que dependamos dEle durante toda a nossa vida. A nossa existência na terra é composta de dias, Ele deseja que dependamos da providência diariamente.

O pedido: perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós temos perdoado aos nossos devedores mostra o poder exclusivo de Deus de perdoar o homem e de livrar o homem da condenação eterna. Deus perdoa somente arrependido, e uma evidência do arrependimento é um espírito perdoador.

O pedido: e não nos deixes cair em tentação; mas livra-nos do mal mostra o poder de proteger e defender contra o maligno que Deus tem. Jesus deixou claro que a vitória está disponível para quem ora e vigia (Mt 26:41 e 1 Co 10:13).

Nós devemos depender do poder divino nos aspectos materiais (pão), espirituais (perdão), morais (tentação) e demais áreas da existência.

A glória é dEle.

Deus é glorioso, digno de Glória e louvor. Toda a honra e a glória pertencem a Deus.

No início da oração modelo Jesus afirmou que Deus é Pai e está nos céus. Ao se referir aos céus Jesus mostrou que o Pai está numa esfera superior e muito mais excelente que a da terrena. Ele é digno de glória.

Ao pedir pela santificação do nome divino mostrou que o nome de Deus é venerável e digno de honra e glória. O pedido não é para que Deus seja santificado, mas é pedido pela própria santificação do suplicante. O crente em Jesus deve buscar a santificação através do comprometimento com a prática da Palavra. Ouvir, praticar a Palavra, orar, jejuar, evitar o mal e sua aparência são atitudes de quem busca a santificação.

Apesar de muitos considerarem a expressão final da oração modelo um apêndice litúrgico a sua expressão está presente em toda oração. Devemos sempre vivenciar os poderes humanos como sendo relativos. O único poder absoluto é o de Deus. A Deus seja o reino, o poder e a glória para sempre. Amém.

(O autor do artigo é o Pr Eber Jamil, dono do blog).

About these ads

4 Respostas para “TEU É O REINO, O PODER E A GLÓRIA PARA SEMPRE.

  1. este artigo é maravilho tem tudo a ver com os fundamentos biblicos,é o que eu tenho buscado .

    Que Deus em Cristo Jesus continue te abençoando

  2. Doraci martins de oliveira

    Esta oração é um ensinamento para nós,devemos sempre refletir e por em prática todos os dias.

  3. magestade é com J

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s