A DEMORA DE DEUS.

 João 6.17-21.

Certa vez li numa revista, se não me engano, a mensagem da cruz, um artigo escrito pelo Pr. Caio Fábio, o qual me chamou a atenção. Tal artigo foi a inspiração que tive para pregar a primeira vez sobre esse milagre bíblico. Portanto este estudo tem influência desse artigo lido.

Após a multiplicação dos pães e peixes, Jesus deixa os discípulos atravessarem o mar sozinhos, para que ele pudesse orar no monte. Os discípulos enfrentam a escuridão, ventos contrários e ondas altas. Certamente no lado de lá ficou um barquinho, para que Jesus depois os alcançassem. Porém até a quarta vigília da noite (Mt 14.25), das 3 horas da madrugada até às 6 da manhã em nosso horário, Jesus não os havia alcançado. O evangelista João descreve essa sensação de que Jesus está demorando no v. 17 “…e ainda Jesus não tinha chegado ao pé deles”. Foram cerca de 9 horas, desde a primeira vigília da noite, das 18 horas até às 21 horas em nosso horário, que eles esperaram pela chegada de Cristo. E esperaram enfrentando ventos contrários e ondas altas. O “ainda” de João mostra a sensação de demora. Tal sensação é humana, é peculiar à nossa humanidade. Muitas vezes achamos que Deus está demorando em nos socorrer. Veja o Salmo 69.3: “Estou cansado de clamar, secou-se-me a garganta; os meus olhos desfalecem de tanto esperar por meu Deus”. Em todo o Salmo 42 percebemos também alguém esperando por Deus. Abraão esperou por 25 anos para que Isaque nascesse. Tal espera, segundo a ótica humana é, muitas vezes, demorada, principalmente para a nossa geração do Fast Food. Porém Deus não demora, nem atrasa; sempre chega no momento certo. Vejamos algumas lições que aprendemos nesse milagre sobre o “Ainda” de Deus em nossas vidas.

Marcos 6.48 diz que do monte Jesus estava vendo os discípulos enfrentando os ventos contrários. Espiritualmente falando, Deus sempre sabe a respeito de tudo o que nos acontece dentro e fora da gente (Sl 139). Tal conhecimento é maravilhoso e deve confortar o nosso coração. Os ventos contrários não passam despercebidos por Deus e Jesus disse que tal verdade deve ser um fator para que a ansiedade não nos domine (Mt 6.31-33). Observe que houve um lapso de tempo entre Jesus saber que eles estavam em dificuldades e ir ter com os discípulos. Jesus já sabia há algumas horas que eles estavam em dificuldades, mas esperou a quarta vigília da noite para ir ter com eles. Por que? Deus sempre tem um propósito. Tal espera redundou em uma experiência marcante por parte dos discípulos. Observe um outro exemplo, quando Jesus soube da doença de Lázaro e ainda se deteve no lugar onde estava por dois dias (Jo 11.1-6; 11 – 15). Jesus assim fez porque teve um propósito maior.

Os discípulos tinham a expectativa de que Jesus fosse ao encontro deles, mas usando outro barco. Porém, Jesus sempre tem um modo próprio de agir em cada situação. Ele foi ao encontro deles andando sobre as águas. Quando esperamos em Deus não podemos presumir o modo como ele agirá em muitas ocasiões; o Senhor age de forma diferente do que pensamos e imaginamos (Ef 3.20). Com o cego de nascença, Jesus teve um modo todo particular de agir: Cuspindo na terra, fez um lodo e untou os olhos do cego, e o mandou que lavasse os olhos no tanque de Siloé (Jo 9.6 e 7).

jesusgx7 O fato de Jesus andar sobre as águas do mar da galiléia mostra-o vencendo a lei da gravidade, os ventos contrários, as ondas altas e a escuridão. O Senhor Jesus é o Todo-poderoso e tem poder de ação mesmo quando chegamos aos nossos limites (Jo 1.3; Ap 1.8). Numa travessia de quase nove horas os discípulos só conseguiram atravessar uns cinco ou seis quilômetros (vinte e cinco a trinta estádios). A dificuldade de atravessar inexistiu para Cristo que atravessou todo aquele mar revolto andando sobre as águas. Às vezes chegamos a um limite que não conseguimos ultrapassar, mas, como alguém já disse, o nosso limite é a oportunidade de Deus manifestar a sua Glória.

Jesus, ao se aproximar deles de modo inusitado, os discípulos ficaram atemorizados e gritaram que era um fantasma (Mt 14.26). Talvez pensassem que era um arauto da morte que lhes estava aparecendo, anunciando que a morte se aproximava. Na quarta vigília da noite alguém andando sobre as águas, em meio a ventos contrários, é, de fato, aterrorizador. Quando Jesus disse: Tende ânimo! Sou eu, não temais, os corações deles ficaram tranqüilizados. Nós precisamos reconhecer que, no meio da crise, Jesus sempre está conosco. Se assim não reconhecermos, temeremos. Como está escrito em Provérbios 3.6: Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas. A Paz reinará em nosso coração, se reconhecermos, em meio às tempestades, que o Senhor está conosco (Sl 46).

Apesar dos ventos contrários, ondas altas, a aparente demora de Jesus, o texto nos informa, no v. 21, que o barco chegou a terra para onde iam. Apesar de todas as circunstâncias, o barco chegou aonde tinha que chegar. A sensação da demora de Deus nos dá a impressão que o propósito de Deus não será cumprido, mas Deus sabe o que faz e como faz. Devemos sempre confiar no Senhor. Como disse Jó: Bem sei que tudo podes, e que nenhum dos teus propósitos pode ser impedido (Jó 42.1).

Esse milagre é narrado em Mt 14.22-34, onde consta que Pedro, por um instante, andou sobre as águas. Também é narrado em Mc 6.45-51, mas, entre estes textos, escolhi o de Jo 6. Neste preferido, observamos a sensação do “Ainda”, da aparente demora de Jesus. Quando tivermos, esta sensação precisamos saber que:

  • O Senhor sabe das nossas crises.
  • Ele usa meios diferentes dos nossos.
  • O seu poder está acima dos nossos limites.
  • Ele está conosco em meio à crise.
  • E por último, o seu propósito não será frustrado em nossas vidas.

(O texto é de autoria do Pr Eber Jamil, autor do Blog).

Anúncios

7 Respostas para “A DEMORA DE DEUS.

  1. Shalom!
    Deus é fiel!
    Nossa ansiedade não nos deixa ver que os percalços têm propósito divino para nossas vidas.
    Abraços.

  2. Deus usa os meios mais diversos e hj eu sou prova disso apos digitar a” demora de deus” no site de pesquisa , ele respondeu a mim em bondade e misericordia atraves deste texto.
    Paz só em Cristo

  3. A ação de Deus é algo que sempre nos supreenderá! Este texto me trouxe muita paz num momento bastante conturbado que estou vivendo.
    Deus o abençoe e o use muito mais.

  4. Glória a DEUS. Essas palavras vieram do próprio DEUS para mim, pelo momento que estou vivendo. Eu sei que ele(JESUS) está comigo…

  5. Glória a Deus. muito lindo, precisamos acreditar que mesmo quando tudo pareça perdido a um propósito de Deus em meio as tempestades 😉

  6. jesus levou 9 hora para ir de encontro aos disçípulos no meio do mar é isso amado?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s