A ORAÇÃO NA VIDA DA IGREJA.

orar1 Quero refletir sobre a oração na vida da Igreja e para tanto buscarei a epístola de Tiago (5.13-18) para cuidar de tal assunto. A epístola de Tiago é uma conclamação a ação e uma reprimenda a uma vida religiosa externa sem a prática cristã. Richard Foster tem uma frase interessante sobre o assunto:

“Hoje anelamos por oração e nos escondemos da oração. Somos por ela atraídos e por ela repelidos. Acreditamos que a oração é algo que devemos fazer até mesmo que desejamos; mas é como um abismo se interpusesse entre nós e o ato de orar”.

Farei um breve esboço sobre o que Tiago ensina sobre a oração:

1) A oração deve estar presente em todos os momentos:

a) Na tristeza. Está alguém entre vós sofrendo? Faça oração.

Sl 118.5 – Em meio à tribulação, invoquei o SENHOR, e o SENHOR me ouviu e me deu folga.

b) Na alegria. Está alguém alegre? Cante louvores.

Aquele louvor cantado estava intimamente relacionado com a oração, na verdade, ele pode ser considerado uma forma de oração.

c) Na doença. Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e estes façam oração sobre ele, ungindo-o com óleo, em nome do Senhor.

Mc 6.13 – expeliam muitos demônios e curavam numerosos enfermos, ungindo-os com óleo.

2) Elementos essências a oração:

a) O nome do Senhor (ligado à pessoa) ungindo-o com óleo, em nome do Senhor.

Jo 14.13 – E tudo quanto pedirdes em meu nome, isso farei, a fim de que o Pai seja glorificado no Filho.

b) Fé. A oração da fé salvara o doente. Tg 1. 6 e 7 – Peça-a, porém, com fé, em nada duvidando; pois o que duvida é semelhante à onda do mar, impelida e agitada pelo vento. Não suponha esse homem que alcançará do Senhor alguma coisa;

Hb 11.6 – De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam.

A fé significa mais do que crer que Deus pode dar aquilo que pedimos; ela incluiu uma total confiança em Deus.

Duvidar (diakrino) signif. Diferenciar, vacilar e discutir consigo mesmo. Aquele que dúvida é como  onda do mar que é levada pelos ventos. A superfície do mar é irregular.

c) A vontade de Deus. Tg 4.3 – pedis e não recebeis, porque pedis mal, para esbanjardes em vossos prazeres

I Jo 5.14 – E esta é a confiança que temos para com ele: que, se pedirmos alguma coisa segundo a sua vontade, ele nos ouve.

A oração que só visa incrementar os prazeres da carne, isto é, pedir para gastar no seu inimigo, o mundo, não pode ser respondida.

3) Obstáculos a oração:

a) Pecado. Incredulidade. Egoísmo.

I Jo 5.14 – E esta é a confiança que temos para com ele: que, se pedirmos alguma coisa segundo a sua vontade, ele nos ouve.

Confessai, pois, os vossos pecados uns aos outros e orai uns pelos outros, para serdes curados.

4) A resposta da oração não é limitada aos super-santos.

a) Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo.

Elias orou e o fogo desceu consumindo o holocausto, a lenha, as pedras, o pó e lambeu a água. (3X) 1 Rs 18.30-40.

Elias era homem semelhante a nós, sujeito aos mesmos sentimentos, e orou, com instância, para que não chovesse sobre a terra, e, por três anos e seis meses, não choveu. E orou, de novo, e o céu deu chuva, e a terra fez germinar seus frutos. 1 Rs 18.41-46.

Vamos buscar transpor o abismo entre a vontade de orar e o ato de orar. Estimulados pelo Espírito através da epístola da ação que é Tiago. Não basta o desejo de orar, mas é necessário a prática da oração diária. Através da oração em nome de Jesus alcançaremos as profundezas das riquezas celestiais.

(O autor do artigo é o Pr Eber Jamil, dono do Blog).

About these ads

3 Respostas para “A ORAÇÃO NA VIDA DA IGREJA.

  1. Shalom!
    É verdade…orar e vigiar…é uma batalha diária.
    Afetuoso abraço.

  2. Linda mensagem, linkei no meu blog. Deus continue lhe abençoando.

  3. Muito boa postagem.
    Grande assunto, oração.
    Acho que nós pastores precisamos nos despertar para uma vida de oração. Conheço poucos que tem uma vida de oração intensa. Os cuidados com a igreja e a membresia nos fazem procurar caminhos práticos. Muitas vezes a oração acaba sendo rápida prejudicando nosso relacionamento com Deus. Nós pastores precisamos nos relacionar mais com Deus e isso alcançaremos atraves da nossa vida de Oração.
    Deus é um Deus de relacionamento.
    Abraços

    Parabéns pelo blog

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s