CRENDO NA PALAVRA.

 

profissao_de_fe Texto Base:

Jo 4.46-54.

46 Segunda vez foi Jesus a Caná da Galiléia, onde da água fizera vinho. E havia ali um nobre, cujo filho estava enfermo em Cafarnaum.

47 Ouvindo este que Jesus vinha da Judéia para a Galiléia, foi ter com ele, e rogou-lhe que descesse, e curasse o seu filho, porque já estava à morte.

48 Então Jesus lhe disse: Se não virdes sinais e milagres, não crereis.

49 Disse-lhe o nobre: Senhor, desce, antes que meu filho morra.

50 Disse-lhe Jesus: Vai, o teu filho vive. E o homem creu na palavra que Jesus lhe disse, e partiu.

51 E descendo ele logo, saíram-lhe ao encontro os seus servos, e lhe anunciaram, dizendo: O teu filho vive.

52 Perguntou-lhe, pois a que hora se achara melhor. E disseram-lhe: Ontem, às sete horas, a febre o deixou.

53 Entendeu, pois o pai que era aquela hora a mesma em que Jesus lhe disse: O teu filho vive; e creu ele, e toda sua casa.

54 Jesus fez este segundo milagre, quando ia da Judéia para a Galiléia.

Introdução:

O modo como o Senhor Jesus agiu em cada milagre não foi acidental, tinha sempre um objetivo: o seu modo de agir. A forma como Jesus curou o filho desse oficial contrasta com a forma com que ele curou o servo do centurião. O oficial do rei queria que Jesus fosse à sua casa. Aí está o contraste, mas Jesus curou à distância. No caso do centurião, Jesus queria ir à casa dele, mas o centurião não achou necessário, e Jesus também curou a distãncia.

Em algumas traduções o oficial é chamado regúlo (que vem do grego Basileus) e serve para designar um oficial a serviço do rei Herodes. Segundo Flávio Josefo este termo serve para qualquer servo do rei (in: Bíblia Vida Nova). Segundo informa o texto, o filho desse oficial era paciente terminal e estava com febre. O texto também nos informa que Jesus estava pela segunda vez em Caná da Galiléia, e o filho do oficial estava em Cafarnaum, cerca de 31 km de distância de Caná (in: Manual Bíblico Halley).

O Senhor trata desse homem. Trata especificamente da fé dele, levando-o a um crescimento em sua fé.

I – Fé na direção certa (v.46 e 47)

O que a gente observa nesse homem é que sua fé estava na direção certa. Ele clamou a Jesus, o autor e consumador da fé (Hb 12.2). Não sabemos pelo texto se era judeu ou gentio. O que sabemos é que ele obteve notícias acerca de Cristo e foi em busca do seu auxílio. Ele não foi em busca de ídolos que não falam, que não vêem, que não ouvem, que não cheiram, que não apalpam e que também não andam (Sl 115).

A fé dele não foi dirigida a um curandeiro, feiticeira ou a alguém semelhante, mas foi dirigida a Jesus. Também não foi endereçada a alguns apetrechos, relíquia ou objeto místico que para muitos têm poderes sobrenaturais. Aqueles que se aproximam-se de Cristo devem se aproximar com fé no coração crendo que Jesus é o socorro bem presente na angústia (Sl 46). O que fazemos na aflição mostra onde está a nossa esperança. O justo corre para a torre forte que é o nome do Senhor (Pv 18.10).

II – Fé imatura baseada em sinais (v.48)

A resposta de Cristo a esse homem é reveladora: “Se não virdes sinais e milagres, não crereis”. A fé dele tinha a direção certa, porém carecia de sinais para crer. Portanto era uma fé imatura. Certa ocasião Jesus disse a Tomé, quando duvidou: Bem-aventurados aqueles que não viram, mas creram (Jo 20.29). Por que são bem-aventurados? Porque possuíam uma fé pura e simples endereçada somente a Cristo, sem basear-se em coisas tangíveis. A fé é o firme fundamento das coisas que se esperam. É a prova das coisas que não se vêem (Hb 11.1). A fé deve vir primeiro que os sinais. Em Mc 16.17 está escrito que os sinais seguirão aos que crêem e não ao contrário. Jesus, certa vez, respondeu a escribas e fariseus que lhe pediram um sinal: Uma geração má e adúltera pede um sinal; mas nenhum sinal lhe será dado, senão o do profeta Jonas (Mt 12.39). Quantos baseiam a sua fé em sinais? Muitos… Sabemos pela Palavra de Deus que a realização de sinais não são garantia de que tais “operadores de sinais”, são pessoas realmente nascidas de novo (Mt 7.15-23). Também sabemos pela Palavra que o anticristo virá com prodígios de mentira (2 Ts 2.9).

Para que a fé desse homem não fosse baseada em sinais, Jesus não respondeu conforme o seu pedido. O oficial pediu que Jesus fosse à casa dele e Jesus preferiu dizer uma palavra, curando à distância.

III – Fé baseada na Palavra (v.50)

Jesus fez que a fé desse homem se desenvolvesse rapidamente, dizendo-lhe: Vai, o teu filho vive. E o texto diz que o oficial creu na palavra de Jesus. A fé vem pelo ouvir a Palavra de Deus e nela deve se basear (Rm 10.17). A fé madura é baseada na Palavra de Deus. Martinho Lutero disse certa vez que, “se você perguntar a um cristão qual é sua tarefa e por que ele é digno do nome cristão, não pode haver nenhuma outra resposta senão que ele ouve a Palavra de Deus. Isto é fé. Os ouvidos são os únicos órgãos do cristão”. Para Lutero bastava para o cristão os ouvidos, por que desta forma a fé nasceria, a fé na Palavra de Deus. Jesus disse em Mt 5.18: “Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei, sem que tudo seja cumprido”. Salomão também disse: “…nem uma só palavra caiu de todas as suas boas palavras que falou pelo ministério de Moisés, seu servo” (1 Rs 8.56). Como anda sua fé? Baseada na Palavra de Deus? Creio que como o Senhor fez com esse oficial, muitas vezes, ele faz conosco, não responde a oração da forma como esperamos, para que a nossa fé simplesmente se baseie somente na Palavra. Precisamos dizer como Pedro disse: Sobre tua palavra lançarei a rede. Mesmo que tenhamos tentado várias vezes, se ele mandar lançar a rede, lançaremos, e teremos pesca abundante.

Precisamos basear a nossa fé na Palavra como um todo, porém vou citar, como exemplo, algumas passagens bíblicas nas quais precisamos basear a nossa fé:

  • Se buscarmos primeiramente o reino de Deus e sua justiça, as outras coisas serão acrescentadas (Mt 6.33).
  • Vencemos o mundo, através da fé (1 Jo 5. 4 e 5).
  • Não devemos viver ansiosos porque o Senhor tem cuidado de nós (Fp 4.6 e 1 Pe 5.7).

Ao chegar a casa o oficial recebe a notícia de que seu filho estava curado. Perguntou a hora em que isto aconteceu e descobre que foi a mesma hora em que Jesus disse que seu filho vivia. Assim a sua convicção na palavra de Cristo solidificou-se, e creu com ele toda a família.

Conclusão:

O Senhor deseja amadurecer a nossa fé nele. A fé que se baseia em sinais é imatura. A fé que o Senhor deseja é baseada em sua Palavra. Para isto acontecer, percebemos por aquele milagre que O Senhor faz um trabalho especial em nós, promovendo nosso crescimento e amadurecimento.

(O autor do artigo é o Pr. Eber Jamil, dono do blog).

Anúncios

7 Respostas para “CRENDO NA PALAVRA.

  1. O artigo está ótimo, conciso, objetivo, didático e abençoador, para todos que desejam viver uma fé madura em Cristo.
    Glória a Deus!!!

  2. Rafael Araújo

    Como sempre, um ótimo estudo do nosso pastor Eber. A fé vem pelo ouvir a Palavra de Deus.

  3. josé francisco pereira

    Amado Pr., um irmão me ligou me perguntando se eu sabia
    a distância entre; Cana da Galiléia e Cafarnaum, e como eu
    não sabia, eu pesquisei na internet, e localizando o site do
    irmão, eu encontrei a referida resposta a qual foi clara e
    precisa, por isso muito obrigado e que Deus continue usando
    cada vez mais o amado pastor !!!

  4. meu amado pastor eu também precisava saber a distancia entre Cafarnaum e galileia e encontrei no seu site. que Deus te abençoe. ROSE VALDO FELIX

  5. Cássio Mello Ribeiro

    Amado Pr. também precisava saber a distância entre Cafarnaum e Galiléia, agradeço a Deus pela sua sabedoria e me dar forças para busca-Lo.

  6. Muito bom parabéns pelo comentário

  7. ok…maravilha sobre a distância !!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s