A PALAVRA PODEROSA PARA SALVAR.

DISCUS~1 Tg 1.19-21 – Sabeis estas coisas, meus amados irmãos. Todo homem, pois, seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar. Porque a ira do homem não produz a justiça de Deus. Portanto, despojando-vos de toda impureza e acúmulo de maldade, acolhei, com mansidão, a palavra em vós implantada, a qual é poderosa para salvar a vossa alma.

Tiago faz a seguinte afirmação sobre a Palavra de Deus: é poderosa para salvar. Salvar do que? Normalmente associamos esta salvação ao seu aspecto soterológico, ou seja, associamos à doutrina da salvação. Entretanto, observando o contexto, podemos afirmar que a Palavra de Deus é poderosa para salvar do descontrole das palavras, da raiva, do temperamento vingativo. Quantos irmãos que tem o direito ao céu, mas tem as emoções perdidas na ira e na amargura. Quantos estão salvos, porém estão emaranhados nos relacionamentos interpessoais.

É significativo que antes de falar sobre a raiva, sobre a ira, Tiago escreva sobre o uso das palavras. O descontrole no falar está muitas vezes ligado a ira sem limites. O descontrole no falar precede e procede, muitas vezes, da ira.

a) Pronto para ouvir.

A palavra “pronto”, no grego, é taxys, que significa, literalmente, rápido. Devemos ser rápidos em ouvir o ponto de vista alheio. Não será que grande parte dos nossos problemas reside exatamente no fato de não sabermos ouvir? Com certeza. Vejamos alguns versículos sobre o ouvir.

Pv 18.13: Responder antes de ouvir e estultícia e vergonha.

Ec 5.1 e 2: Guarda o pé, quando entrares na Casa de Deus; chegar-se para ouvir é melhor do que oferecer sacrifícios de tolos, pois não sabem que fazem mal. Não te precipites com a tua boca, nem o teu coração se apresse a pronunciar palavra alguma diante de Deus; porque Deus está nos céus, e tu, na terra; portanto, sejam poucas as tuas palavras.

Samuel: fala Senhor, pois teu servo ouve (I Sm 3.10).

b) Tardio para falar.

O sentido da palavra “tardio” traz curiosas peculiaridades. O termo grego é bradys. É o mesmo termo para “estúpido”, denotando uma pessoa de dificuldades intelectuais para compreender logo de início o que lhe foi dito e necessita, portanto, de reflexão. Devemos refletir antes de falar. No falar devemos ser “retardados”, ou seja, falar com um certo atraso, depois da reflexão. As palavras precipitadas geram muitos problemas e confusões.

Pv 15.28: “O coração do justo medita no que há responder, mas a boca do ímpio derrama coisas más”.

Pv 10.19 – “Na multidão de palavras não falta transgressão, mas o que modera os lábios é prudente”.

Ef 4.29-32: “Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, e sim unicamente a que for boa para edificação, conforme a necessidade, e, assim, transmita graça aos que ouvem. E não entristeçais o Espírito de Deus, no qual fostes selados para o dia da redenção. Longe de vós, toda amargura, e cólera, e ira, e gritaria, e blasfêmias, e bem assim toda malícia. Antes, sede uns para com os outros benignos, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus, em Cristo, vos perdoou”.

c) Tardio para se irar.

Novamente Tiago usa bradys. Mais uma vez Tiago mostra algo que deve ser feito com reflexos lentos, devemos criar dificuldades para a ira entrar em ação.

Ec 7.9: “Não te apresses no teu espírito a irar-te, pois a ira abriga-se no seio dos tolos”.

Ne 9.17: “Mas tu, ó Deus perdoador, clemente e misericordioso, tardio em irar-te, grande com bondade…”.

Tiago aponta a razão para sermos devagar no irar-se: a ira do homem não produz a justiça de Deus. Quando uma pessoa dá evasão a ira, fica incapaz de agir com justiça; e além disso, ele não dá lugar a justiça de Deus.

Rm 12.17-21: Não torneis a ninguém mal por mal; esforçai-vos por fazer o bem perante todos os homens; se possível, quanto depender de vós, tende paz com todos os homens; não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira; porque está escrito: A mim me pertence a vingança; eu é que retribuirei, diz o Senhor. Pelo contrário, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto, amontoarás brasas vivas sobre a sua cabeça. Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem.

Como posso controlar o meu temperamento carnal e irascível, com as minhas inclinações para ira e dissensões?

. Despojando-vos (livrem-se) da impureza moral e maldade que tanto prevalece.

Rm 13.12 – Vai alta a noite, e vem chegando o dia. Deixemos, pois, as obras das trevas e revistamo-nos das armas da luz.

. Deixando a Palavra do Senhor guardada dentro de mim e brotando no meu íntimo, assim o meu caráter mudará. Ela é poderosa para nos salvar.

Deus não deseja somente que tenhamos uma vida salva no céu, mas aqui também, salva do descontrole e da ira, das brigas e das contendas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s