VOCÊ QUER A PAZ DE DEUS?

paz soldado Paulo escrevendo aos Filipenses (Capítulo 4) mostra sete recomendações de como desfrutar a paz de Deus.

v. 9 “O que também aprendestes, e recebestes, e ouvistes, e vistes em mim, isso fazei; e o Deus de paz será convosco”.

Paulo condiciona o desfrutar da paz de Deus àquilo que ele ensinou, ou seja, a prática dos seus ensinos e a imitação de sua vida. Portanto nós que temos paz com Deus, adquirida pela justificação dos nossos pecados na cruz, devemos praticar certas atitudes cristãs para desfrutarmos da paz de Deus.

Vejamos as sete recomendações paulinas:

Primeira recomendação: tenha o mesmo sentimento que houve em Cristo Jesus:

v. 2 “Rogo a Evódia, e rogo a Síntique, que sintam o mesmo no SENHOR”.

v. 3 “E peço-te também a ti, meu verdadeiro companheiro, que ajudes essas mulheres que trabalharam comigo no evangelho, e com Clemente, e com os outros cooperadores, cujos nomes estão no livro da vida”.

A unidade da Igreja estava ameaçada pelo conflito entre duas mulheres operosas na Igreja – Evódia e Síntique, cooperadoras de Paulo, cujos nomes estavam escritos no livro da vida. Paulo recomendou: sintam o mesmo, ou, tenham o mesmo modo de pensar. Ele deu esta mesma recomendação em Fp 2:1-8 nos exortando a ser humildes como Jesus foi. Por detrás das contendas, muitas vezes, se está instalado o sentimento de superioridade. O remédio é a humildade.

Segunda recomendação: alegra-te no Senhor:

v. 4 “Regozijai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, regozijai-vos”.

Quatorze vezes em forma nominal ou verbal Paulo menciona a alegria que existe na vida cristã. (Ele estava preso). Ele mostra que o Senhor é o principal motivo da nossa alegria. Alegrar-se no Senhor significa a existência de alegria em se viver com o Senhor. Ele é fonte de alegria. Fomos inseridos e mergulhados em Cristo pelo Espírito Santo, portanto devemos nos alegrar nEle.

Terceira recomendação: seja moderado:

v. 5 “Seja a vossa eqüidade notória a todos os homens. “

O texto fala de moderação, amabilidade, equidade. É a atitude de abrir mão dos seus direitos em prol da paz. É fazer como Jesus que se doou para que os homens tivessem paz, ou ainda, como Abraão que na contenda com Ló cedeu o melhor lugar para ele. Sejamos conhecidos pela moderação, e não pelo pavio curto, e não pelo espírito briguento.

Quarta recomendação: creia que o Senhor está perto.

v. 5 “(…) Perto está o SENHOR”.

Podem ter dois significados a expressão “perto está o Senhor”. Primeiro significado, a volta de Jesus esta próxima. Segundo, o Senhor está perto de nós cumprindo a promessa de estar conosco todos os dias. Os dois entendimentos devem relativizar a falta de paz no coração do crente. “O choro dura uma noite, mas a alegria vem pelo amanhecer”. Perto está o Senhor.

Quinta recomendação: não vivas ansioso.

v. 6 “Não estejais inquietos por coisa alguma; (…) “.

Devemos desaprender a ansiedade e viver confiando em Deus. Lancemos sobre Deus toda nossa ansiedade, porque ele tem cuidado de nós (I Pe 5:7). Lançar é entregar. Entregar-se é confiar, se confiamos, descansamos, e não vivemos mais ansiosos.

Sexta recomendação: ore com ações de graças.

v. 6 “ (…) antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças”.

A oração é o antídoto para a ansiedade. A disciplina da oração feita a Deus aquieta o ser. A oração não pode ser um fim em si mesmo, mas um diálogo sincero e perscrutador com Deus.

Sétima recomendação: santifique sua mente.

v.8 “Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai”.

Sem dúvida, grande parte da ausência de paz se dá por causa dos pensamentos que dominam nossas mentes. São necessários bons e santos pensamentos para que haja saúde mental e espiritual.

Se você vivenciar essas e outras práticas cristãs, a paz de Deus será desfrutada. Não se trata de uma fórmula, mas vida. A paz de Deus é disponível para os que vivem em Deus. Viva estas recomendações de Deus através de Paulo. Talvez você pergunte: qual é o resultado da paz de Deus no coração de alguém? A resposta está no texto:

v. 7 “E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus”.

(O autor do artigo é o Pr. Eber Jamil, dono do blog).

Anúncios

2 Respostas para “VOCÊ QUER A PAZ DE DEUS?

  1. Meus parabens pela sua mensagen (voce quer a paz de deus?) O apostolo paulo realmente possuia esta paz, que a tua vida e tua familia possa estar em plena paz que Deus te abençoe ore por mim. ( a poucos dias descobri esta mensagem e todos os dias medito nela)

  2. realmente, esta é a formula para termos a paz que excede todo o nosso entendimento. E Esta paz devido a nossa comunhão com o Senhor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s