FALAR DE CRISTO.

ovelhaperdida

O desejo de falar de Cristo é a marca do nascido de novo. A mensagem do evangelho é como fogo no coração, que ninguém consegue apagar. O nascido de novo ao ter seu coração transbordado pela mensagem do evangelho desejará falar de Cristo, O Salvador. O coração fala daquilo que está cheio, então é inerente, a pessoa que se converte ter o desejo de testemunhar.

Assim que conheceu Jesus, Felipe procurou falar dele a Natanael. Mas, enfrentou preconceito porque Natanael achava que nada de bom viria de Nazaré. Felipe não desistiu e o convidou: Vem e Vê. Natanael encontrou com Jesus e se converteu.

A mulher samaritana quando foi desvendada por Jesus reconhece-o como o Messias. Ela deixou o cântaro, que iria usar para pegar água, e foi falar com seus conterrâneos sobre O Cristo.

André falou e levou a Jesus seu irmão Pedro, que se tornou o primeiro pastor da Igreja.

Jesus disse a Igreja que O Poder do Espírito seria derramado para fazer cada crente uma testemunha de Cristo até os confins da terra.

Ao nascer de novo a pessoa recebe O Espírito Santo, que derrama no seu coração o amor de Cristo. Havendo amor, falar de Cristo é a resposta natural do novo crente. Tal realidade é inescapável. Paulo afirmou sobre seu sentimento inescapável: Ai de mim se não pregar o Evangelho!

Testemunhar é compartilhar a Graça recebida. É comunicar a benção recebida. A experiência da salvação é tão magnânima, tão sublime, que não pode ser retida, mas espalhada.

A fé pessoal em Jesus resulta em realização de obras, e uma das tais, é a pregação do evangelho, o testemunho da salvação encontrada.

Testemunhar, também é, cumprir a missão que Jesus deixou: fazer discípulos. Não fazer isto é estar frontalmente fora da Vontade de Deus. A palavra Igreja no grego significa: chamados para fora. É um chamado universal para que todos os homens congreguem em torno de Cristo.

Podemos deixar de testemunhar? Se não fizermos as pedras clamarão! Se não fizermos negaremos o impulso básico daquele que crê em Cristo. Se não fizermos estaremos em desobediência.

Devemos sempre dar o nosso testemunho pessoal de forma positiva usando a porção da Bíblia que conhecemos. Convidando e pregando aos duvidosos a Palavra de Deus. Porque a nossa parte é semear a Palavra, e também regar, mas quem dá o crescimento, e faz a semente vingar é O Espírito Santo de Deus.

Os campos estão brancos para a ceia, mas são poucos trabalhares dispostos a trabalhar. Seja um daqueles que dizem: sim, ao chamado de Cristo. “O Senhor da ceifa está chamando”!

(O autor do artigo é o Pr. Eber Jamil, dono do blog).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s