PREGANDO ACOMPANHADO.

pregar2

O mundo jaz no maligno. O que significa para a Igreja esta afirmação? Será que tal realidade não desperta a vocação da Igreja em ser sal e luz deste mundo? Será que não buscamos ganhar almas para Jesus? Jesus, certa vez, olhou para multidão e teve compaixão percebendo a fome que havia neles. Será que o estado espiritual do mundo não nos move por dentro a pregar?

A nossa parte na conquista de almas é pregar a Palavra. É O Espírito Santo que convence o pecador do pecado, da justiça e do juízo. Sem a obra do Espírito o pecador não se arrepende. Não temos que temer tal ato de evangelizar porque quem faz o pescador de homens é O Senhor. Devemos sim, ser os mais fiéis expositores da Bíblia possível, sabendo que o Espírito usa a instrumentalidade da Palavra para produzir fé no ouvinte. A Palavra de Deus é martelo que esmiúça a penha. Nunca devemos nos gloriar dos efeitos causados pela pregação porque quem faz a pregação ser bem sucedida é O Poder de Deus. O pregador semeia, mas quem faz germinar é O Senhor.

As perguntas que devem ser feitas por nós são: temos feito a nossa parte? Temos anunciado a Palavra de Deus? Somos testemunhas de Cristo? Temos dispendido força e energia para esse fim? Será que temos feito a diferença no mundo?

Gasta-se muitos recursos sem focar as almas perdidas sem Cristo. Gira-se em torno de si mesmo a maior parte do tempo sem buscar as ovelhas que ainda não são do aprisco. Tal atitude não fica sem consequências para quem se omite e para quem deixa de ouvir. Precisamos despertar porque o campo já está branco para ceifa. Prestaremos contas a Deus das nossas ações e omissões.

O ganhar almas é algo inerente a Igreja do Senhor. Na Igreja de Jerusalém Deus ia acrescentando todos os dias as almas salvas. Uma igreja que ama a Deus e pratica o amor fraternal será evangelizadora. A evangelização será mais do que uma tarefa, mas a transpiração da Graça de Deus através de seus membros. O Espírito Santo aquece o interior do crente e o resultado é o fervor pelas almas transpirando o que vem de dentro.

Os ruídos e barulhos do mundo são elementos que podem distrair a Igreja do Senhor da sua missão. Satanás sabe usá-los para fazer com que o crente em Jesus ocupe-se com as coisas mundanas e se esqueça das espirituais. Urge sempre lembrarmos que não somos deste mundo e que nossos pensamentos são celestiais, os quais são revelados na Palavra de Deus.

Pensando nas coisas que são de cima iremos olhar para o mundo numa perspectiva espiritual. Assim enxergaremos a carência espiritual daqueles que ainda não creram em Jesus. Pesa sobre eles a condenação, que só será quebrada com a fé em Jesus, que deu sua vida para salvá-los. Tendo a mente do céu teremos a convicção de que quem está do nosso lado é maior do que aquele que domina o pensamento do mundo. Pregando o evangelho a Igreja avança sobre o território dominado por satanás e transforma os lugares assolados em jardins arborizados e frutíferos. Por onde Jesus passou as trevas se dissiparam. A luz vence as trevas. Como a Igreja vence o mundo pela fé em Jesus. Como a Igreja reflete a luz de Cristo testemunhando nos lugares entenebrecidos a salvação do Senhor.

Tendo a certeza de vitória e conquista a Igreja do Senhor deve cumprir seu chamamento de pregar a todas as nações. Tendo a convicção que O Espírito do Senhor ao seu lado capacitando e fazendo eficiente o seu trabalho. Não pregamos sozinhos, mas aliançados com Jesus no poder do Espírito.

(O autor do artigo é o Pr. Eber Jamil, dono do blog).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s