TRABALHO SECULAR OU SAGRADO.

diadotrabalho

Muitos fazem distinção entre trabalho secular e trabalho sagrado. O que faz um trabalho secular ou sagrado é a postura. Em última análise, para o cristão não haverá trabalho secular, se tudo quanto fizer, fizer para a Glória de Deus (1 Co 10:31). Tudo quanto é feito, deve ser feito ao Senhor com dedicação. É claro que o trabalho que glorifica a Deus é aquele trabalho que está dentro dos padrões morais, éticos da Palavra de Deus. Se o trabalho envolver práticas pecaminosas consumadas não estará santificando o Nome de Deus, portanto não será sagrado.

No ambiente evangélico costuma-se em classificar algo como sagrado e outras coisas como seculares. Quando se faz esta classificação, muitas vezes, restringe-se o sagrado aquilo que se refere ao ambiente do templo, ou ao segmento religioso. Quando se fala em secular, fala-se naquilo que não envolve o religioso. Porém, creio que tal visão é simplista e reducionista.

A prática do trabalho é digna, mas também tem que ser feita com dignidade. Sirva ao seu patrão, se tiver, como se prestasse um serviço a Deus. Trate seus empregados, se tiver, com respeito e honestidade, sempre sendo norteado pelo temor a Deus, sem assenhorar-se dos seus empregados como se fosse um deus. Lembrando sempre que Deus é Senhor e um dia prestaremos contas do que fizermos. Um dos homens que mais buscou sempre o sagrado apesar de trabalhar para uma potência tirânica foi Daniel. Ele estudou e se especializou no conhecimento babilônico sem se envolver com as práticas pagãs e pecaminosas da Babilônia. Toda a cultura humana possui coisas boas e más, cabe ao cristão, com fez Daniel, não ser cúmplice do mal, porém aquilo que for bom, dedicar-se com excelência. Daniel vivia em circunstâncias adversas, mas se destacou por causa da intimidade com Deus e pelo excelente trabalho que realizou.

O trabalho não é resultado de uma maldição divina como muitos pensam. Deus deu atribuições ao homem de governo, administração e trabalho antes do pecado. O que aconteceu depois do pecado foi que haveria a partir dele, o cansaço, a fadiga e o peso no exercício do trabalho. Deus colocou que o homem para subsistir economicamente precisa trabalhar. Sendo o salário a recompensa pelo esforço. O trabalho é o meio digno de subsistência, desde que não fira os princípios éticos da Palavra de Deus.

Dentre as pessoas que trabalham há aqueles que trabalham diretamente na causa do Evangelho. Dedicam-se integralmente fazendo um trabalho sagrado de forma sagrada. É bom que se destaque, que há alguns que exercem um ofício sagrado de forma profana, amando mais o dinheiro do que ao Senhor. Os obreiros do Senhor são dignos dos seus salários, mas o objetivo deles não é o salário, mas a expansão do reino de Deus aqui na terra e para isto se dedicam. Há base bíblica e respaldo para o exercício do ministério integral, mas que haja de fato um chamado de Deus para se exercer tal ministério. Alguns são de fato chamados para isto, outros não são, e muitas vezes objetivam tirar lucro e proveito do rebanho do Senhor. Acautelai-vos dos falsos profetas – disse Jesus.

Resumindo, quando trabalharmos façamos sempre como que para Deus, sendo trabalho fora do ambiente religioso ou não. Sendo assim, será sempre sagrado. Quando digo, sagrado, refiro-me há consagração, separação e santificação. A nossa vida cristã não pode ter compartimentos profanos, pagãos e outros compartimentos sacros e santificados. Tudo tem que ser elevado a nível do sagrado, nada menos do que isto. Desta forma o Nome do Senhor será glorificado em tudo que fizermos, e foi para isto que fomos criados por Deus.

(O autor do artigo é o Pr. Eber Jamil, dono do blog).

2 Respostas para “TRABALHO SECULAR OU SAGRADO.

  1. Creio da mesma forma. Ótimo artigo, parabéns pela reflexão. Continue. Deus seja louvado.

  2. Definitivamente trabalho não é sagrado. Trabalho é necessidade! Deus sim é sagrado. Nunca vi ninguém que trabalhe a não ser por necessidade. Mesmo numa sociedade em que todos dividíssemos tudo que produzíssemos, ou seja, não houvesse salário em espécie, é o trabalho que sustentaria a vida, a necessidade. Então trabalho é algo MUNDANO, ou seja, necessidade, e não tem nada a ver com sagrado. Eu desafio alguém a achar alguma parte na Bíblia que mencione que trabalho é sagrado. Vai falar de trabalho e de sua importância para a vida, mas não que é sagrado. Somente o trabalho no Templo em perpetuar o senso do sagrado em Deus por símbolos e gestos, em cerimoniais, ou na igreja, ou na sinagoga etc, pode ser considerado sagrado, mas daí é uma minoria, não é trabalho para sobreviver. Sagrado só a nossa crença, seja ela qual for, e ponto final. É um absurdo falar que trabalho, aquilo que necessitamos para viver, como sagrado. Temos o livre arbítrio outorgado por Deus, por isto que há a inevitabilidade de separar necessidade de seu praticamente contrário que é o sagrado. O sagrado nunca foi mundano e nunca será! Mundano é o contrário de sagrado e sempre será!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s