O QUERO DE DEUS.

vontadededeus2

Um dos questionamentos que o servo de Deus faz em relação a Deus é a respeito da vontade dEle. Cremos no poder do Deus, mas em algumas ocasiões não sabemos a vontade específica de Deus sobre a nossa situação. A cura do Leproso por Jesus nos mostra lições preciosas sobre o assunto.

Segundo a orientação da lei o Leproso teria que habitar fora dos limites da cidade e ainda se identificar, a quem se aproximasse, gritando: imundo, imundo. O leproso teve fé, ousadia, e aproximou-se de Jesus, adorou-o, e falou para Jesus que se Ele quisesse poderia curá-lo. Ele mostrou que a fé dele estava na direção certa, pois foi em direção a Jesus. Hoje em dia muitos focam em alvos errados: pessoas erradas, meios equivocados, lugares. A fé que se apropria da salvação é a fé em Jesus. Se houver um desvio da fé para alguma outra pessoa, ser ou objeto será pecado, o pecado da idolatria.

A ousadia de se aproximar foi tocante por parte dele. A situação dele era calamitosa. Estava impedido de se aproximar, mas ele entendeu que não podia deixar passar aquela oportunidade e buscou-a. A fé faz com que tomemos ações que ultrapassam barreiras. A mulher com fluxo enfrentou a multidão. Zaqueu enfrentou a pequenez. Bartimeu enfrentou a repreensão dos discípulos. O leproso enfrentou seus próprios limites e se aproximou de Jesus.

Ao deparar-se com Jesus adorou-o. Reconhecendo a divindade de Jesus, que mostra, outra vez, a fé dele. Antes mesmo de pedir, teve uma atitude de rendição e adoração. Não foi uma adoração interesseira, mas o reconhecimento verdadeiro da sublimidade de Cristo. Pela maneira que ele pediu a cura, ele mostrou crer que Jesus poderia curá-lo. Portanto, ele cria no poder incomparável de Jesus.

A questão é que mesmo tendo todas estas atitudes o Leproso não sabia se Jesus queria curá-lo. A lepra é uma doença que aponta para o pecado, pois segrega, isola e torna a pessoa impura. Jesus respondeu para o leproso: quero. Mostrando assim, que Jesus sempre deseja a purificação de alguém do seu viver pecaminoso. Jesus foi além disso e tocou no leproso com sua mão, o que não poderia ser feito, pois ficaria contaminado. Entretanto, ao invés de ser contaminado Jesus purificou o leproso.

Muitos chegam ao fundo do poço por causa do pecado. Sentem-se atraídos pela sedução do pecado achando que as consequências serão pequenas e até nenhuma. Entretanto, uma vez mordida a isca da tentação se sente o efeito letal do pecado trazendo desesperança. Nesse ponto pode se pesar que não há mais jeito e que não se tem como vencer a situação porque o pecado traz consigo a morte. A cura do leproso nos responde com um grande sim. Deus quer nos livrar da escravidão do pecado e nos purificar. Deus ao ver o pecado da humanidade não desistiu dela. Enviou Seu Filho para que Ele desse a vida pelos homens. Deus tocou na humanidade leprosa através de Cristo. Mesmo sendo Deus Santo, Jesus viveu como nós, passando pelas nossas experiências humanas também dizendo para os homens: quero.

Paulo escrevendo aos coríntios disse que Jesus não é sim e não ao mesmo tempo. Não é dúbio. Jesus é o Amém e o Sim de todas as promessas de Deus. Jesus é o Quero de Deus para humanidade. Jesus é o toque de Deus na ferida do homem para curá-lo e libertá-lo da escravidão. Como leproso devemos crer em Deus, nos aproximar, ousar, adorar, mas não duvidar que a vontade de Deus é nos livrar dos grilhões do pecado. Não duvidar que Deus quer nos redimir a tal ponto que possamos nos relacionar com Ele e com as pessoas de forma desembaraçada. Jesus é a Palavra de Deus que se fez carne e podemos ouvir de Deus através de Jesus: Quero. Glórias a Deus!

(O autor do artigo é o Pr. Eber Jamil, dono do blog).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s