Arquivo da categoria: Magia negra

QUE TIPO DE CULTO VOCÊ OFERECE A DEUS?

Worship Arts Graphic 2

Cultuar é reverenciar, homenagear, adorar ou venerar. Na história da humanidade há diversas formas de se cultuar a Deus. Vejo na Palavra alguns tipos de cultos oferecidos a Deus que quero destacar. O verdadeiro culto a Deus é o último que vou citar.

CULTO SINCRÉTICO:

Levítico 10

1 E OS filhos de Arão, Nadabe e Abiú, tomaram cada um o seu incensário e puseram neles fogo, e colocaram incenso sobre ele, e ofereceram fogo estranho perante o SENHOR, o que não lhes ordenara.

2 Então saiu fogo de diante do SENHOR e os consumiu; e morreram perante o SENHOR.

O culto oferecido por Nadabe e Abiú tiveram elementos estranhos, não prescritos pela lei cúltica levítica. Por isto representa bem o culto sincrético. Cheio de influência estranha. Uma verdadeira babel religiosa. Aceitando elementos estranhos a Bíblia.

CULTO INCOERENTE:

Amós 5

23 Afasta de mim o estrépito dos teus cânticos; porque não ouvirei as melodias das tuas violas.

24 Corra, porém, o juízo como as águas, e a justiça como o ribeiro impetuoso.

Este culto como o sincrético é rejeitado por Deus. O louvor se torna barulho, dissonante, por causa da incoerência. Falta honestidade, justiça, coerência e mesmo assim se cultua. Deus rejeita este tipo de culto. Para Ele é reprovável.

CULTO MECÂNICO:

Mateus 21

12 E entrou Jesus no templo de Deus, e expulsou todos os que vendiam e compravam no templo, e derribou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos que vendiam pombas;

Foi o culto que Jesus encontrou no templo. As pessoas já não traziam seus sacrifícios de casa envolvendo-se. Eles iam ao templo e compravam os animais para oferecerem a Deus. Não era um culto voluntário. Era empacotado. Mecânico. Sem o envolvimento do coração.

CULTO ANTROPOCÊNTRICO:

Colossenses 2

20 Se, pois, estais mortos com Cristo quanto aos rudimentos do mundo, por que vos carregam ainda de ordenanças, como se vivêsseis no mundo, tais como:

21 Não toques, não proves, não manuseies?

22 As quais coisas todas perecem pelo uso, segundo os preceitos e doutrinas dos homens;

23 As quais têm, na verdade, alguma aparência de sabedoria, em devoção voluntária, humildade, e em disciplina do corpo, mas não são de valor algum senão para a satisfação da carne.

É um culto oferecido baseado na autossuficiência humana. Legalista. Parte do princípio que o esforço humano pode agradar a Deus. Na verdade não é um culto a Deus, mas um culto a si mesmo. O homem está no centro e não Deus.

CULTO IDOLÁTRICO:

1 Timóteo 6

10 Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.

É o culto a ídolos. Condenado pela bíblia. Creio que um dos grandes ídolos do nosso tempo seja o dinheiro. Pregadores que pregam visando o lucro e ovelhas que cultuam somente para prosperar financeiramente. A idolatria não é um culto a Deus, mas um culto ao próprio homem que fabrica seus ídolos.

CULTO PAGÃO:

Êxodo 32

3 Então todo o povo arrancou os pendentes de ouro, que estavam nas suas orelhas, e os trouxeram a Arão.

4 E ele os tomou das suas mãos, e trabalhou o ouro com um buril, e fez dele um bezerro de fundição. Então disseram: Este é teu deus, ó Israel, que te tirou da terra do Egito.

5 E Arão, vendo isto, edificou um altar diante dele; e apregoou Arão, e disse: Amanhã será festa ao SENHOR.

6 E no dia seguinte madrugaram, e ofereceram holocaustos, e trouxeram ofertas pacíficas; e o povo assentou-se a comer e a beber; depois levantou-se a folgar.

É o culto ocultista. Baseado na bruxaria e feitiçaria. Um verdadeiro panteão de deuses que exigem sacrifícios esdrúxulos. No nosso tempo há muitos cultos pagãos. Diria até que há certo ressurgimento do paganismo em nosso tempo principalmente por causa da literatura, cinema e artes em geral.

CULTO VIVO E RACIONAL:

Romanos 12

1 ROGO-VOS, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.

2 E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.

O culto que Deus deseja é o da misericórdia, uma entrega viva com todo o entendimento, amoldando-se a vontade divina e não antropocêntrica. Não é mecanicista, mas voluntário e vivo. Adorando a Deus em Espírito e em Verdade. O culto é cristocêntrico, pela mediação de Jesus, porque sem Jesus não se achega a Deus.

(O autor do artigo é o Pr. Eber Jamil, dono do blog).

Anúncios

CRIMES SATÂNICOS.

GRD_366_CRIMES

Amados irmãos, apresentamos aqui uma entrevista realizada com Leo Montenegro, autor do livro Crimes Satânicos. O livro, além de denunciar o rapto organizado de pessoas com objetivo serem sacrificadas em rituais de magia negra dentro e fora do Brasil, apresenta casos que vêm acontecendo em todo o mundo. Acompanhe as revelações do autor, que no momento já prepara mais um volume sobre o tema. A entrevista foi realizada pela irmã Wilma Rejane para a UBE.

1 – De que forma surgiu a idéia do livro Crimes Satânicos?

Na verdade foi através de uma noticia sobre um desses crimes onde uma mãe sacrificou seu próprio filho de menos de 3 anos em um ritual de magia negra. Essa noticia trazia fotos da cena do crime e confesso que isso me abalou e me fez perguntar de onde vinha maldade tal a ponto de uma mãe matar e esquartejar o corpo do próprio filho.

Então comecei a pesquisar sobre o assunto e descobri que mesmo a mídia não divulgando, esses crimes acontecem a todo o momento e em todo o lugar.

Comecei a encontrar muita coisa, tive acesso a cenas de crimes, fotos e tudo o mais, sempre com apoio de pessoas do mundo todo, incluindo policia, perícia, investigadores, familiares de vítimas, etc.

É terrível saber que em alguns cultos satânicos há mães que geram filhos para que, logo ao nascer, sejam sacrificados nos altares satânicos, e isso passa despercebido, pois essas “mães” não dão a luz em hospitais.

No inicio não tinha idéia de escrever um livro, mas conforme fui descobrindo muitas coisas resolvi compartilhar com as pessoas e aí sim surgiu a idéia do livro.

Na verdade o Crimes Satânicos terá pelo menos mais um livro, que será um segundo volume.

2- De onde veio o apoio para a realização do trabalho?

Conforme pesquisava e colhia depoimentos, muitas pessoas se mostravam interessadas em ajudar com matérias, contatos, traduções (inclusive em russo), e citavam casos.

Tentei contatar parentes de crianças desaparecidas ou vitimas de rituais satânicos, mas foi muito difícil, pois essas pessoas vivem com medo e não sabem em quem confiar devido ao descaso com que foram tratadas pela sociedade e até mesmo autoridades, pois no Brasil a luta por justiça é muitas vezes uma luta silenciosa.

É muito triste a forma com que a causa dos desaparecidos é tratada nesse país.

Como uma pessoa só é declarada desaparecida depois de 48 horas, se é sabido que as crianças raptadas e desaparecidas são mortas muitas vezes em até 24 horas.

Isso poderia mudar se os nossos políticos votassem leis que favorecessem uma pronta resposta das autoridades em caso de desaparecimento, porém sabemos que esses mesmos políticos estão mais preocupados em votar o aumento de seus próprios salários.

3 – Você enfrentou algum tipo de pressão durante o andamento dos trabalhos?

Creio que a maior pressão foi espiritual e o pior momento foi a descoberta de um Vídeo Snuff (que são vídeos de assassinatos reais filmados com o objetivo de comercialização, e descobriu-se a conexão desses vídeos com cultos satânicos e redes de pedofilia).

Esse momento foi o mais difícil, pois tive que assistir dezenas de vídeos com esse tipo de conteúdo inclusive vídeos de rituais de magia negra, e infelizmente a internet está cheia desse tipo de conteúdo. Passei por tudo isso, pois minha intenção era encontrar um Vídeo Snuff real, algo que até aquele momento era considerado “Lenda”.

As cenas que eu vi e ouvi são de extrema maldade e posso dizer sim, que o mundo jaz no maligno.

Nesse momento muitas pessoas estavam orando por mim e isso foi essencial para concretizar o trabalho, pois pensei muitas vezes em desistir e até mesmo tive que parar o processo de pesquisa e investigação do livro, pois estava cansado, tendo crises de choro e não conseguia dormir à noite, pois ao fechar os olhos lá estavam as cenas em minha mente.

Minha esposa foi uma verdadeira mulher de Deus e peça importante para a concretização do trabalho, pois tinha momentos que eu não tinha forças nem para orar, talvez muitas pessoas possam ver isso como uma fraqueza, mas realmente tudo isso foi uma grande luta espiritual e com minhas próprias forças eu não teria chegado ao final. Então sei que foi Deus que me capacitou.

Eu não escolhi escrever esse livro, mas era necessário que essa denúncia viesse à tona.

4 – O que mudou em sua vida após o trabalho de investigação e publicação do livro Crimes Satânicos?

Até o livro ser publicado foi uma grande luta como já falei, porém depois com o apoio da editora Naós e de muita gente que tem apoiado o trabalho eu me senti mais seguro, pois vi que realmente eu não estava sozinho em tudo isso, pude ver que muitas pessoas estão se mobilizando e se perguntando:

“O que está acontecendo? Por que tantas crianças somem no país? O que eu posso fazer para ajudar a causa dos desaparecidos?

Muitas pessoas dizem que sou corajoso em fazer isso, mas a verdade é que Leo Montenegro é uma voz solitária na multidão e apenas um jovem acreditando no que diz 1 João 2-14.

Como Cristão acredito que temos que atender ao chamado de Deus para nossas vidas, e o “Eis-me aqui” é algo nobre nos dias de hoje e eu creio que todos podem ajudar na causa dos Desaparecidos, se você tem um blog, site, Orkut ou qualquer meio você pode se mobilizar divulgando textos, fotos, notícias – e com isso podemos sim salvar vidas e evitar que outras crianças sejam raptadas.

5 – Como você vê as noticias veiculadas recentemente na mídia envolvendo crianças em rituais com agulhas?

Esse caso foi uma exceção, pois a mídia nacional acabou divulgando o caso com toda a atenção.

Desde o Caso Evandro de Guaratuba no ano de 1992 que eu não via a mídia dar tanta atenção a um caso envolvendo ritual de magia negra.

Creio que esse caso fez muitas pessoas notarem que essa é uma prática comum e trouxe o assunto à pauta, tanto que quase todos os dias você pode ver novos casos sendo noticiados em toda a mídia.

Esses crimes acontecem com muita freqüência, para você ter idéia em Fortaleza uma série de crimes envolvendo rituais de magia negra estão acontecendo e isso não está sendo divulgado em lugar algum, a verdade é que os crimes continuam e ninguém foi preso até o momento ( Janeiro de 2010).

Na Tanzânia , Borundi e outros paises da África centenas de Albinos estão sendo mortos, esquartejados e seus pedaços estão sendo vendidos para serem usados em rituais de feitiçaria pois existe uma superstição entre os nativos de que feitiços feitos com pedaços de Albinos trazem poderes mágicos.

Como podemos ver isso está acontecendo em todo o mundo, porem pouco se noticia sobre esses casos.

6 – Léo, o que você acha que deveria ser feito para tornar as buscas a pessoas desaparecidas mais eficazes?

O Cadastro Nacional de Desaparecidos seria muito eficaz na busca e catalogação dos desaparecidos no Brasil.

Creio que campanhas do governo seriam de grande valia e até mesmo empresas poderiam colocar em seus rótulos de produtos fotos de crianças desaparecidas como muitas já fazem ou fizeram, parece que esse assunto para a sociedade é coisa do passado, mas os desaparecimentos continuam.

A maior união e integração das policias brasileiras também seria muito bem-vinda.

Mas eu ainda acredito que o maior passo pode ser dado por cada um de nós divulgando e ajudando essa causa, como falei há pouco.

7 – Tem algo, que você descobriu que não foi publicado? Por quê?

Existe muito conteúdo não publicado ainda e teremos um novo livro logo.

Tenho recebido muito apoio de varias pessoas que me escrevem relatando casos, experiências e denunciando crimes.

Tenho pesquisado essas denúncias e posso dizer que tenho em minhas mãos muito conteúdo.

O que posso dizer é que no mínimo eu sei demais e isso é perigoso pois faz de mim um alvo fácil.

Essa é a parte difícil de ser Leo Montenegro rsrs

8 – Que mensagem, você deixaria para as pessoas que estão lendo esta entrevista e que já leram ou pretendem ler o livro?

Leonardo da Vinci disse certa vez: “Aquele que não pune o mal, ordena que ele seja feito”. E eu acredito que até hoje essas crianças tem desaparecido com tanta freqüência no Brasil e no mundo pelo descaso com que esses crimes sempre foram tratados, então devemos denunciar esses crimes para que esses raptores se sintam acuados e assim possam agir com menos liberdade e freqüência.

Sei que não vamos parar os raptos, mas se conseguirmos fazer com que eles diminuam estaremos salvando vidas.

Sobre o livro, eu peço que leiam, mas depois de ler não deixem o livro parado na estante, emprestem para seus amigos da igreja, família, e seus pastores e líderes.

Entendo que o livro é “pesado” e até não aconselho para que algumas pessoas o leiam, mas a mensagem dele não pode ser ignorada e nem ficar parada numa estante.

Obrigado à todos que me escrevem e compartilham suas experiências.

Deus abençoe a todos nós.

OBS: Para contatos com Léo Montenegro escreva para : leomontenegro09@gmail.com

9 – O livro está disponível nas livrarias evangélicas?

Sim. Os interessados podem também contatar a Editora Naós através do site www.editoranaos.com.br. E está disponível também em grandes lojas online, como Submarino, Americanas ou 100 % Cristão.

Texto retirado de:  http://www.ubeblog.com/2010/01/campanha-ube-pela-causa-das-criancas.html

MENINO COM AGULHAS NO CORPO.

Veja uma parte de Deuteronômio 18 na linguagem de hoje:

“9– Quando vocês tomarem posse da terra que o Senhor, nosso Deus, está dando a vocês, não imitem os costumes nojentos dos povos de lá. 10 Não ofereçam os seus filhos em sacrifício, queimando-os no altar. Não deixem que no meio do povo haja adivinhos ou pessoas que tiram sortes; não tolerem feiticeiros, 11 nem quem faz despachos, nem os que invocam os espíritos dos mortos. 12 O Senhor Deus detesta os que praticam essas coisas nojentas e por isso mesmo está expulsando da terra esses povos, enquanto vocês vão tomando posse dela. 13 Em todas as coisas sejam fiéis ao Senhor, nosso Deus.”

Em nosso Brasil fomos sobressaltados com a notícia de um garoto, que tinha mais de 40 agulhas espalhadas pelo corpo até em partes vitais como o coração e o pulmão. A suspeita é que ele foi vítima de ritual de magia negra. Veja parte da reportagem de Heliana Frazão:

“Maria Souza Santos, 38 anos, mãe do menino de 2 anos encontrado com mais de 40 agulhas dentro do corpo, suspeita que o filho tenha sido vítima de um ritual de magia negra. A informação é de Gessivaldo Alves, pai do menino. Segundo ele, a ex-mulher encontrou uma garrafa com cachaça e outros objetos utilizados nesse tipo de cerimônia dentro da casa onde mora.
O padrasto do menino está foragido desde a terça-feira (16).
Ainda conforme Gessival, Maria teria dito que o filho começou a passar mal depois de ter saído com o padrasto, que teria levado a criança à casa de uma mulher desconhecida da família.
O delegado Elder Fernandes não confirma investigar esse tipo de crime. Ele trata o fato como tentativa de homicídio. O delegado já colheu alguns depoimentos.
Os médicos descartam a hipótese de o garoto ter engolido as agulhas. "Eu não acho que as agulhas foram ingeridas. Acredito que foram introduzidas pela pele", diz Luiz César Soltoski, diretor do Hospital do Oeste, em Barreiras (BA).”

Retirado do do UOL Notícias

09349311

Tal acontecimento só vem referendar, que a humanidade continua praticando maldades e feitiçarias desde a antiguidade. Quem pratica tais coisas está do lado oposto da luz, ou seja, está nas trevas, ouvindo espíritos enganadores. Em Deuteronômio está a exortação de que ao invés de imitarmos estas práticas pagãs, deveríamos ouvir o profeta que haveria de vir, e este profeta semelhante a Moisés, é Jesus. Veja como prossegue Deuteronômio 18:

“ 14 Moisés disse ao povo:

– Os povos da terra que vai ser de vocês seguem os conselhos dos que adivinham o futuro e dos que tiram sortes; mas o Senhor, nosso Deus, não quer que vocês façam isso. 15 Do meio de vocês Deus escolherá para vocês um profeta que será parecido comigo, e vocês vão lhe obedecer. 16 Lembrem que naquele dia em que estavam reunidos ao pé do monte Sinai, vocês oraram ao Senhor assim: “Ó Deus, não nos obrigues a ouvir de novo a tua voz, nem a ver outra vez este grande fogo, para que não morramos.” 17 Então o Senhor me disse: “Esse pedido do povo é justo. 18 Do meio deles escolherei para eles um profeta que será parecido com você. Darei a esse profeta a minha mensagem, e ele dirá ao povo tudo o que eu ordenar. 19 Eu castigarei quem não obedecer às ordens que esse profeta der em meu nome.”

Portanto, devemos proclamar a mensagem do Rei, Sacerdote, Profeta e Salvador Jesus para que as pessoas não sejam dissuadidas por tais práticas abomináveis e pagãs. Enquanto, muitas vezes, nos acomodamos em nossos confortáveis templos, o inimigo tem vitimado até mesmo crianças de 2 anos. Tal notícia nos desperte para a urgência de pregarmos o evangelho a tempo e fora de tempo.

(O autor do texto é o Pr Eber Jamil, dono do blog. O texto tem citações de versículos da linguagem de hoje e parte de uma reportagem de Heliana Frazão).