Arquivo da categoria: Reino de Deus

FRASES POSTADAS NO TWITTER 59

download

11 de jan – Só tem Jesus como intercessor, advogado, que crê nele como Salvador e Único Mediador entre Deus e os homens. Creia em Jesus e serás salvo!

12 de jan – É importante que tenhamos uma mente Bíblica, pois a Palavra mostra a Vontade de Deus, e vendo as coisas na perspectiva de Deus iremos bem.

13 de jan – Seja qual for a situação o crente em Jesus tem o recurso da oração. Grandes mudanças e transformações acontecem porque o servo de Deus ora.

14 de jan – Deus se agrada daquele que vive pela fé e vive de acordo com a fé nEle. A glória dos que praticam o mal é passageira, mas o justo prevalece.

15 de jan – Ter um relacionamento com Deus de mão única pensando em relação  somente em si próprio com Deus agindo em seu favor não se pode chamar relacionamento.

16 de jan – A vida verdadeira com Deus começa dentro e é externalizada de forma coerente. A mera religião é uma vida de aparência, q não tem coerência.

17 de jan – A caminhada com Cristo é uma caminhada de fé desde o início até o fim. Isto não é mérito nosso, porque o Autor e Consumador da nossa fé é Jesus.

18 de jan – Não somos nós os “deuses” que criamos as coisas quando oramos. Somos os filhos de Deus que amam O Pai Celestial e que desejam  O Seu Reino.

19 de jan – A história de Tomé é exemplar para a Igreja. Mostra q não devemos repudiar os que entram em crise,mas acolhê-los e dedicar tempo,oração e cuidado.

20 de jan – Se queremos ter uma vida que agrada a Deus temos que necessariamente caminhar com fé e confiança em Deus. Ele trabalha para os que nEle esperam

(O autor das frases é o Pr. Eber Jamil, dono do blog).

A FELICIDADE DE SER PERDOADO.

bem-aventurado

O homem veio a existência por um ato da Livre Soberana de Deus que lhe agraciou com a vida e com uma posição diferenciada em toda a criação. O homem foi colocado como administrador e tinha a liberdade de nomear as criaturas criadas por Deus. Deus ao criar o homem lhe deu orientações acerca do que deveria fazer. Como Criador suas orientações foram perfeitas e santas. Não foi uma atitude déspota e nem autoritária. Ao dar oportunidade do homem em escolher entre obedecer ou desobedecer mostrou que desejava ter um real relacionamento com o homem.

O homem em seu estado original foi criado perfeito e dotado de livre arbítrio. Deus colocou diante do homem muitas possibilidades e uma restrição de não comer o fruto da árvore da ciência do bem e do mal. Satanás, rebelde, tentou o homem para que este desobedecesse a Deus nessa questão e o homem desobedeceu perdendo a glória original.

O que aconteceu foi a escravidão. Uma metáfora acerca do pecado é do senhor de escravo. E o homem sem Deus e sem perdão é um escravo do pecado, de satanás. Deus não desistiu do homem. Poderia ter o eliminado. Mas, consciente de que haveria de acontecer e que aconteceu providenciou O resgate do homem por meio do Seu próprio Filho. O Filho de Deus se manifestou para desfazer as obras de satanás trazendo a libertação do homem dessa escravidão.

O perdão e a libertação da escravidão do pecado são obtidos pela fé no sacrifício de Jesus. Não há nada que o homem possa fazer a não ser crer em Jesus. Tendo recebido o perdão podemos chamar essa pessoa de justificada e  bem-aventurada. Conta-se que Agostinho escreveu o Salmo 32 na parede do quarto de dormir, e lia-o incessantemente, chorando. O salmo trata da alegria em ser perdoado. O versículo é: “BEM-AVENTURADO aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto”. Realmente é feliz o homem que crê em Jesus e sabe que através dEle seus pecados foram perdoados e que ele foi justificado diante de Deus. Torna-se filho de Deus por adoção e torna-se co-herdeiro com Cristo, seu Salvador e Remidor. É feliz aquele que creu em Jesus e foi achado por Deus. É ser feliz porque o maior problema do homem é o pecado que desordenou todas as coisas e gerou uma separação entre Deus e o homem intransponível para o mesmo. Receber a chance de recomeçar e receber poder para viver uma nova vida é a obra mais maravilhosa que o homem recebe de Deus através de Jesus. O milagre é de tal monta que o homem nascido de novo passa a responder com arrependimento os pecados futuros e se chegar a se desviar nunca encontrará satisfação, porque ele já conheceu a satisfação de viver em comunhão com Deus, por isto ele acaba voltando para Jesus, que é agora o seu lugar definitivo. Deus em Sua Graça providenciou o Reconciliador, Jesus, Seu Filho, que é o mediador entre Deus e o homem, fazendo com que tenha comunhão com Ele. Ter comunhão com Deus é sinal de vida. Olhar para trás e ver que o passado pecaminoso foi resolvido e olhar para frente tendo a convicção que estará com Deus eternamente é ser feliz. Ter a companhia do Espírito Santo guiando, fortalecendo e capacitando para a vida e testemunho é ser feliz. Saber que nada pode separar do amor de Deus que foi manifesto em Jesus e que aquele que crê vive esta realidade é ser feliz.

A consciência deste bem-aventurança deve nos fazer andar pelo caminho da santificação. O Preço que foi pago pelo nosso resgate foi alto demais, para que nos deixemos levar pelo pecado, que em nada se compara ao amor de Deus revelado por nós.

(O autor do artigo é o Pr. Eber Jamil, dono do blog).

FRASES POSTADAS NO TWITTER 57

jesus_cristo_natal

A vida com Deus não só tem o sentido direcionado para Ele, mas também para o próximo. Jesus deixou claro com os dois mandamentos quando Ele resumiu a lei – 29\12\2016

O amor natural não é como o amor que vem de Deus. O amor de Deus é um fruto do Espírito Santo, e só tem o fruto quem tem o Espírito Santo. 28\12\2016

Pelo poder de Deus o homem chega mais longe do que chegaria naturalmente. 27\12\2016

Jesus, O nosso Senhor, deixou-nos o exemplo, como Homem confiou em Deus, dependeu do Espírito Santo e andou pelo caminho da humildade. 26\12\2016

É de suma importância entender que a fraternidade presente no natal não pode se resumir a festa. Jesus veio para dar vida em abundância. 25\12\2016

Se você tem vivido momentos conturbados renove sua esperança em Jesus. Assim, a Luz dEle te dará alento para venceres as dificuldades da vida 24\12\2016

A simplicidade do verdadeiro natal mostra a Grandeza de Deus. O Eterno tomou a forma humana em circunstâncias tão singelas mesmo sendo Deus. 23\12\2016

É tão bom saber que Deus acolhe os que o buscam de todo o coração recebendo-os com seu amor incomparável. 22\12\2016

A questão é conhecermos a Deus porque o meu conhecimento dEle é que influenciará o modo como cuido daquilo que Ele me deu.21\12\2016

Creio que entre muitas virtudes O Espírito nos confere ousadia, coragem, porque a oposição do mundo é uma realidade. 20\12\2016

(O autor das frases é o Pr. Eber Jamil, dono do blog).

2017: CHEGA DE RELIGIOSIDADE EXTERIOR.

0001001adorar_man31

Costumamos no final de ano e início de outro estabelecermos metas para alcançarmos. Não pensando somente nas metas naturais e materiais, alguns têm objetivos espirituais. Como por exemplo, o aprofundamento do relacionamento com Deus.

Quem pensar assim não poderá deixar de considerar a oração como prioridade. Os religiosos tendem a se apegar as formas esquecendo-se da essência. Assim, muitos oram em formas que eles pensam serem eficientes e deixam de orar em Espírito e em Verdade. Outros são capazes de orações pirotécnicas diante dos outros e quase manifestação nenhuma no particular.

Vamos dar um basta na religiosidade exterior sem vida por dentro. Rasgue seu coração rasgando as vestes ou não. Quebrante-se. É aquele que deseja a Deus e não os aplausos, quando ora crendo em Jesus, que recebe a recompensa do Pai que tudo vê. Tudo que está oculto será revelado. Religião sem vida por dentro será descoberta. Se a nossa oração só for fachada sem fundamento, um dia cairá.

A parábola do fariseu e o publicano ilustra este tipo de mentalidade. O fariseu orava a Deus, mas o foco era si mesmo, Deus para ele era um meio e não o propósito. Já o publicano consciente de quem era, nem olhou para o céu, bateu no peito e pediu misericórdia, pois não justificava a si próprio. Quem foi aceito na oração por Deus foi o publicano.

Se vives como o fariseu, ainda tens tempo de se arrepender. Confesse a Deus seu autoengano e peça a Ele para que em 2017 sejas um autêntico adorador que o adore em Espírito e em Verdade, sem a falsa religião da mera aparência exterior.

 (O autor do artigo é o Pr. Eber Jamil, dono do blog).

NOVA VIDA.

novavida2

Em nossa vida cristã precisamos aprender que precisamos desaprender. Quando nascemos de novo o antigo modo de viver é abandonado. Passamos a viver de uma nova maneira. O pensamento muda. Tal mudança é resultado do Novo Nascimento, que é espiritual, que ocorreu quando se ouviu a Palavra de Deus, e creu, assim O Espírito Santo nos fez nascer de novo.

É uma nova vida que como uma criança precisará de alimento para desenvolver-se e crescer, tendo a garantia de segurança eterna, pois é vida eterna. Uma nova vida que se desenvolverá com o processo da santificação dia após dia. Vivendo um dia de cada vez antevendo a Glória prometida.

Só aprenderá a desaprender a pessoa humilde. É preciso reconhecer que os pensamentos da velha vida que nos dominavam não são mais por quais devemos ser guiados. Portanto, a carreira cristã deve ser vivenciada com humildade e submissão a Deus e a Sua Palavra. Sempre dispostas a avançar para as coisas de Deus e deixar as coisas que não são. O pensamento secular que graça nesse mundo não dita mais a nossa conduta. São os princípios da Palavra de Deus que são nossos parâmetros.

Agora se vive num mundo visível, atentando para um mundo invisível, pois se vive agora pela fé. A realidade espiritual outrora obscurecida nos foi revelada através de Cristo, que nos deu capacidade de aprender a Sua Palavra, a doutrina que deve conduzir a nossa vida. A Palavra não só é um manual de vida prático, mas também a revelação do que há no mundo espiritual que os nossos olhos não veem. Proporcionando-os uma vida esclarecida em todos aspectos. Portanto, a nossa mente precisa ter sido transformada e disposta a passar por uma renovação constante.

Outra importante questão é o que valorizamos, o que somos apegados, o que consideramos como princípios da vida. Sem dúvida antes de Cristo no nosso pensamento entenebrecido não tínhamos a clareza da Vontade de Deus, pois éramos dominados pela ditadura da nossa própria alma. Com a conversão a ditadura acabou, mas se tornou necessário aprender a viver com a prevalência e influência do espírito sobre a alma. A vida com Deus prepondera sobre os aos desejos da alma.

Portanto, a vida que agora se vida é pela fé, Fé em Jesus, e em Sua Palavra, que revela O Seus Triúno. Num mundo onde as circunstâncias são tão alternantes a fé em Jesus traz estabilidade como também a âncora da esperança. A fé está fundamentada, pois é alicerçada na Palavra de Deus que tem sido comprovada por várias gerações. Não vivemos mais pelas emoções, circunstância, mas pelo que cremos.

Uma vida que entende que o Temor a Deus deve nortear todos os passos. Pois, todos os salvos prestarão contas de suas obras. Sendo salvos pela Graça, mas galardoados ou não pelas obras. O temor é o princípio da sabedoria e fará com que a vida trilhe caminhos certos em meio a tanta incerteza nesse mundo. O temor leva a prática de uma vida sábia que precisamos. Saber discernir por onde anda, saber para onde vai, andar em passo seguros, é tudo o que precisamos.

Rejeite uma vida sincrética que mistura o antigo modo de viver secular com a nova vida em Cristo. Você é nova criatura. Portanto, viva o novo e seja transformado pelo Espírito Santo a cada dia numa pessoa mais parecida com Jesus abandonando as velhas coisas e vivendo as novas. Precisamos desaprender a cada dia o velho modo de pensar e ser santificado pelos pensamentos de Deus que estão na Palavra.

(O autor do artigo é o Pr. Eber Jamil, dono do blog).

LEVANTAI-VOS!

levantar

O profeta Isaías alerta às mulheres de Jerusalém com relação há um tempo que estava por chegar de provação, quando haveria grandes necessidades. Ocorreria o cerco do Exército de Senaqueribe a Jerusalém. Elas estavam despercebidas deste tempo, acomodadas, por isto a palavra foi: – Levantai-vos. A prostração e a acomodação podem ter várias causas: autossuficiência, desânimo, tristeza, mágoa, perda etc. Precisamos ouvir a Palavra de Deus: Levantai-vos.

A falta de percepção da visão de Deus sobre a nossa real situação pode nos fazer acomodar como foi o caso dessas mulheres. Um exame aguçado a nossa volta nos trará o senso de necessidade que nos cerca. Podemos até não perceber a nível pessoal, mas o mundo em que estamos inseridos tem necessidades prementes e situações por acontecer que devem nos tirar da acomodação. O Deus que nos manda levantar tem poder para tirar aquilo que nos deixa prostrados. Ele mandou aquelas mulheres ficarem de pé tirando-as da inércia em que estavam e não percebiam o perigo iminente.

Deus também disse para elas: Ouvi a minha voz. A fé vem pelo ouvir a Palavra de Deus. A instrução e o conhecimento são adquiridos se ouvirmos atentamente a Deus. É da natureza dos filhos de Deus reconhecerem a voz do Seu Senhor. Para que ouçamos a Palavra ela vem acompanhada do poder de Deus assim compreendemos o que é dito. Lutero disse que os ouvidos eram os únicos órgãos do cristão, pois em decorrência da audição e fé na Palavra de Deus vem o resto.

Ao ouvirmos o ouvido não pode ser de mercador. Entrar por um lado e sair pelo outro. A Palavra de Deus foi: inclinai os ouvidos. Em outras palavras: obedecei. Sem dúvida a obediência ao Deus que nos manda agir deve ser praticada. Nenhuma das ordens de Deus é despropositada. São bênçãos para nós. É o melhor caminho. Deus não é um ser tirânico que se embriaga com o próprio poder e não pensa nos seus súditos. Deus ama seus servos e suas ordens são bênçãos para nossas vidas. Ouvir e não praticar é autoengano como disse Tiago.

Outra atitude que as mulheres deveriam ter é a da semeadura. Deviam semear. O profeta fala da felicidade de se semear junto as águas e de ter pasto para os bois e jumentos. O tempo de bonança é tempo de semeadura. O tempo de escassez e provação também. Deus fala através do profeta que depois da assolação viria a restauração. O deserto se tornaria um bosque. Para tanto, Deus nos chama para sermos cooperadores através da semeadura. Por mais difícil que seja temos que crer que o nosso trabalho em Deus não é em vão e que a semeadura trará resultados eternos pelo Poder do Espírito Santo.

Agostinho tem uma frase: “A esperança tem duas filhas lindas: a indignação e a coragem. A indignação nos ensina a não aceitar as coisas como estão; a coragem, a mudá-las”.

Reavive a tua esperança. Sair da acomodação é um imperativo. Os campos estão brancos para ceifa. Poucos são os obreiros dispostos e sem avareza. Você que está em repouso: levanta-te, ouça a voz do Senhor e inclina-se a voz obedecendo a Deus e semeie enquanto é dia. Assim serás bem-aventurado e verás o deserto ser reputado como bosque. O profeta afirma que depois da provação vivida pela cidade haveria um tempo de prosperidade. A conclamação Divina para sair do comodismo indica que Deus nos dá o privilégio de sermos cooperadores da Sua Obra para que as situações desoladoras sejam transformadas. Levantai-vos.

(O autor do artigo é o Pr. Eber Jamil, dono do blog).

SERVIR É A NOSSA MISSÃO,

servir2

Jesus na última ceia com os discípulos demonstra uma inversão de valores: o maior deve servir. Ele lavou os pés dos discípulos tendo consciência da Sua Divindade, que era um serviço para os escravos fazerem. Jesus o fez. Ele tinha ciência de quem era, da sua posição, aceitou até adoração, em outros momentos, que era seu direito, pois era e é Divino, mas mostrou que tinha vindo para servir.

O apóstolo João antes da descrição e explicação do ato de Jesus afirmou que Ele amou os seus discípulos de forma perseverante. Mostrando que a atitude de servir é um ato de amor e não um fim em si mesmo, ou uma forma de ganhar “status” de humilde perante os outros. Servir tem que ser fruto do amor. Afinal, o amor é prático, sendo uma das suas manifestações o serviço a Deus e ao próximo.

Estamos acostumados a ver pessoas se valerem das suas posições de proeminência para tirar proveito, vantagem dos seus liderados. Quem galgar a um posto de liderança saiba que deve ser servidora. O primeiro é aquele que deve ser o que mais serve. O gesto de Jesus foi revolucionário. Subverteu os princípios seculares que os discípulos estavam acostumados.

Pedro teve dificuldades em entender o gesto de Cristo. Dificuldade que a maioria da humanidade tem. O entendimento que a grandeza é servir é compreendido por poucos. Na cultura brasileira existe a expressão: “jeitinho brasileiro”, que seria levar vantagem em tudo. Boa parte dos homens entendem assim, e poucos entendem que na percepção divina o maior deve servir. Não é “coisa de bobo” servir, mas uma missão. Como é comum ser postado no facebook: “ministério não é ser visto, mas serviço”.

Respondendo a incompreensão de Pedro, Jesus se valeu dessa prática também para falar de purificação. Mostrando que os seus servos que já foram limpos deveriam agir de forma desapegada da glória humana, do status da sociedade, e apegar-se aos valores de Deus. Quando os pés forem sujos pelas influências do mundo devem ser lavados.

Muitos ministérios se desvirtuam neste ponto. Começam de forma abnegada, desinteressada e desviam por causa da vaidade, da fama e da avareza. Jesus recomendou que esta demonstração dele fosse entendida e praticada pelos seus discípulos. Muitos entendem literalmente e acham que o lava-pés deve ser uma prática rotineira na igreja, mas a questão é que o espírito de humildade exemplificado por Cristo deve ser praticado por seus servos.

Quando no cumprimento do “Ide” de Jesus devemos fazê-lo no espírito de servir as pessoas que ainda não conhecem a Cristo. Quando no exercício do discipulado em todas as nações devemos ser humildes sabendo que os discípulos são ovelhas de Cristo. Quando no exercício da liderança lembrar que a autoridade conferida visa conferir possibilidades de servir melhor. Quando você ficar conhecido por sua conduta que as pessoas deem glórias a Deus por Ele ter feito isto em você.

Servir alguém não é um favor que prestamos a alguém, mas um privilégio. Fazer a vontade de Deus é um galardão que Ele nos dá quando fazemos esta escolha. A vida passa rápido para gastarmos com coisas fúteis. O melhor da vida é entender a grandeza do Reino, que excede a todas as glórias deste mundo. O melhor da vida é a subversão dos valores celestiais que são diferenciados dos valores terrenos, que são finitos. A glória de Deus é que sirvamos a Ele e ao próximo de coração.

(O autor do artigo é o Pr. Eber Jamil, dono do blog).