Arquivo da categoria: Relacionamento

CONHEÇA O DEUS DA BÍBLIA.

DEUS DA BÍBLIA

A Palavra foi inspirada por Deus há cerca de 40 homens. Ela contém tudo que é necessário para nos guiar nesse mundo turbulento. Deus é um Deus que se comunica e utilizou a escrita não anulando a personalidade dos escritores, mas lhes imprimindo a inspiração. Ela é verdadeira e perfeita, faz distinção entre o que é justo e o injusto. É bem melhor que os nossos Gps atuais que não sabe discernir distintamente quando os nomes das ruas são semelhantes e acabam nos guiando para locais perigosos. Na Bíblia o doce é doce e o amargo é amargo. Não há uma zona cinza entre a luz e as trevas. Ela é lâmpada para os pés e luz para os caminhos. Seus caminhos são aclarados.

Muitos andam por um caminho de engano porque são gratificados intelectualmente pelo conhecimento dEla, mas sem um real arrependimento, que teria dado uma guinada de 180 graus na vida deles. Como conhecem intelectualmente a Bíblia pensam ser isto suficiente, mas não é. É preciso que a Palavra seja vida na pessoa. A capacidade intelectual sem a ação do Espírito não pode compreender e acessar as Escrituras como elas são – espirituais. A Bíblia deixa claro que só os espirituais discernem as coisas espiritualmente. Se O Espírito Santo não abrir o entendimento as Escrituras não serão realmente compreendidas.

Ainda é bom que se dê uma alerta que a Palavra não foi nos dada para ser apenas compreendida, mas para ser praticada. Ser ouvinte e não praticante é como ouvir sobre o remédio, mas não tomar. É ouvir sobre o caminho que deve seguir, mas não segui-lo. Quando a fé nasce no coração de alguém pela Palavra a pessoa viverá o que ela diz e caminhará segundo sua orientação. Porque se assim não for é como uma casa edificada na areia, que não resiste as tempestades.

Creio que aquele que fica apenas embevecido pelo conhecimento das Escrituras, mas não pratica, tende ao envaidecimento e olhar os outros como seres inferiores. Porque acham conhecer mais, mas tal conhecimento é infrutífero, e no frigir dos ovos é como se não conhecesse. Porque o conhecimento traz responsabilidade e a responsabilidade da prática. Conhecer sem praticar é semelhante ao suicídio porque traz responsabilidade, mas não se tem vida para realizar, trazendo para si morte e juízo.

Oro para que minhas palavras despertem você do sono espiritual, se for o seu caso, que pensa ser “detentor” do conhecimento, mas o que conhece é a letra, estando infelizmente verdadeiramente morto. Não entre na “onda” do debater por debater. Não entre na “onda” da polêmica pela polêmica. Quem fica usando a Palavra assim pensa que está fazendo algo, mas está andando em círculos e não sai do lugar. A Bíblia precisa ser conhecida, sim, precisa ser aprofundada no seu conhecimento, sim, mas precisa ser aplicada no cotidiano e praticada.

O autoengano pode trazer um certe doce para vida, mas é falso, é ilusório, porque é no fundo apenas um fruto da carne, é apenas orgulho. O resultado é desastroso. Como no final da parábola dos sois construtores Jesus alertou que a casa edificada na areia teria uma grande queda. A queda que devemos querer é aquela queda diante de Deus. É a queda do arrependimento, da adoração, da contrição. Não queiramos cair por causa do autoengano porque o seu fim é a morte, se não houver arrependimento em tempo hábil. Se você é um dos tais, que está enganado apesar da autogratificação, que a Palavra de Deus traz, digo que ainda é tempo de conversão, e que ainda é tempo de você conhecer O Deus da Bíblia.

(O autor do artigo é o Pr. Eber Jamil, dono do blog).

Anúncios

É DANDO QUE SE RECEBE.

presente

A expressão “é dando que se recebe” no seu sentido literal não é bíblica. É uma frase atribuída a São Francisco de Assis em uma oração e muitos a interpretam de vários modos. Na Bíblia o versículo que se aproxima da expressão é Lucas 6:38 –Dai, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando, vos deitarão no vosso regaço; porque com a mesma medida com que medirdes também vos medirão de novo.

Para mim fica evidente que a frase dele no seu sentido original não é utilitarista, egoísta e pragmática como muitos a usam. Ela precisa ser entendida com a palavras de Cristo citada pelo apóstolo Paulo:  “Tenho-vos mostrado em tudo que, trabalhando assim, é necessário auxiliar os enfermos, e recordar as palavras do Senhor Jesus, que disse: Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber” (Atos 20:35).

Não posso negar a lei da colheita citada na Bíblia, que afirma o que o homem semear isto também ceifará. Entretanto, o dar não deve ter como objetivo o recebimento. O dar é uma doação, uma entrega e o seu objetivo é compartilhar, doar-se junto com a doação. Não podemos nos utilizar da expressão é dando que se recebe como um toma lá e dá cá. A doação deve ser movida pelo amor e não pelo espírito de barganha. Foi por isto que Jesus disse: quando deres um jantar, ou uma ceia, não chames os teus amigos, nem os teus irmãos, nem os teus parentes, nem vizinhos ricos, para que não suceda que também eles te tornem a convidar, e te seja isso recompensado (Lc 14:14). Por sua vez, a reciprocidade não será realmente uma reciprocidade se não for uma resposta de amor ao amor recebido. Como escreveu Paulo na primeira carta aos coríntios capítulo 13: o amor não busca os seus interesses.

(O autor do artigo é o Pr. Eber Jamil, dono do blog).

 FRASES POSTADAS NO TWITTER 64

evangelho.png

23 de jul

Quem tem Jesus como alvo terá a perspectiva do amanhã. Não é uma protelação espiritual, mas uma certeza que o futuro está nas mãos d Deus

24 de jul

Se não houver uma atitude de dependência de Deus na pregação, Deus não aceitará a prática por mais que seja eloquente.

25 de jul

Aquilo que podemos encontrar no mundo não resolve a questão da eternidade. O homem já nasce com o desejo pela eternidade e só Deus pode suprir

26 de jul

O crente deve lutar pelas causas certas que envolvem a defesa e a divulgação do Evangelho. Sempre com uma boa dose de bom senso e firmeza.

27 de jul

Ter as prioridades corretas determinarão o bom ou mau andamento da nossa vida. Quando coisas secundárias ocupam a primazia não andamos bem.

28 de jul

É importante lembrar que a duração da nossa vida na terra não sabemos. Portanto, não adiemos a decisão de lembrar e temer a Deus em tudo.

29 de jul

Seguir a Palavra não é só segui-la quando de alguma forma satisfaz anseios, mas obedece-la também quando é contrária a vontade da nossa carne

30 de jul

A mensagem do evangelho não é irreal nem ilusória. É dum realismo porque além de nos trazer fé, esperança e amor, mostra a vida como é.

31 de jul

Educar é semelhante ao trabalho do semeador.Tem que haver um trabalho anterior a semeadura como as escolhas das sementes e preparação da terra

1 de ago

Quando se ouve alguém a pessoa ouvida se sente acolhida, respeitada, pois os seus tesouros estão sendo expostos e valorizados como são.

(O autor das frases é o Pr. Eber Jamil, dono do blog).

RELACIONAMENTO COM DEUS.

relacionamento com deus

Deus é um Deus pessoal. Não é uma força ou energia. Como é o seu relacionamento com Ele? Próximo, distante ou indiferente? Como responder esta pergunta? Observando as Escrituras.

O indiferente é aquele que toca sua vida como se a vida se resumisse a aquilo que ele está vivendo no momento. Diante de um perigo ele pode até exclamar: meu Deus! Mas, não mais do que isto. Seus projetos de vida não consideram a vontade de Deus. Ele conta consigo próprio, com os amigos, com os contatos e até com o acaso. Pode até ter uma ideia acerca de Deus, mas não conta com Ele na hora de tomar uma decisão. Isto não é necessariamente um ateísmo filosófico, mas é um ateísmo prático porque leva sua vida como se Ele não existisse. Ele pensa no futuro se baseando naquilo que o circunda, e naquilo que são os seus interesses. Afugenta-se nas tarefas diárias sem pensar numa vida além do túmulo.

O de relacionamento distante crê na existência de Deus, mas não traz isto para a sua vida cotidiana. Deus é o Deus do outro. Deus é o Deus do universo, mas Ele fica lá e a pessoa aqui. Ele é Todo-Poderoso, mas não faz intervenções pessoais na sua vida, se fizer, segundo quem pensa assim, será sem envolvimento. O distante também pode se manifestar de outra forma como a religiosa por exemplo. A pessoa é envolvida com o culto, com a liturgia, com os semelhantes religiosos, mas intimidade relacional com Deus não tem. Ele não para um “face a face com Deus”. Ele pode até se envolver com as coisas relacionadas a Deus, mas nunca de forma relacional próxima. Viver num ambiente onde Deus é cultuado e celebrado é o máximo que ele chega.

O autor de Hebreus afirma que para se aproximar a Deus tem que ser com fé. A fé em Jesus é que adentra a pessoa num real relacionamento com Deus. Não é uma fé por tabela, nem uma fé que é uma crença sem coração, mas uma fé pessoal, que resulta em profundas mudanças na vida da pessoa. A fé em Deus só é possível porque Deus tomou a iniciativa em direção ao homem tendo imolado o cordeiro de Deus antes da fundação do mundo. Tendo sua realização na plenitude dos tempos com o advento de Cristo na história. Sendo Jesus o único mediador entre Deus e os homens. Portanto, não há outra pessoa que nos faça próximo a Deus. Um dos seus nomes é Emanuel, que quer dizer: Deus conosco. Quem crê em Jesus torna-se filho de Deus por adoção. Vivendo a partir daí um relacionamento próximo de Deus.

Viver próximo de Deus é desfrutar de um relacionamento com Ele. A pessoa cultiva a devocionalidade através da meditação da Bíblia, oração e a direção do Espírito Santo. Viver próximo é sempre desejar ir mais adiante, pois a vida com Deus é eterna, portanto inesgotável. Uma fonte cristalina sempre jorra no relacionamento com Deus. A proximidade com Ele é mostrada na conduta, na vida que se leva. Não pense que o verdadeiro relacionamento com Deus não seja algo que possamos ver no dia a dia, pois se vê. Não se pode esconder uma cidade edificada no monte. De longe se avistará suas luzes.  Quem está próximo de Deus é capacitado a realizar boas obras porque é um nascido de novo que foi criado por Deus para a realização das mesmas. Portanto, a fé se visibiliza naquele que por ela foi aproximado de Deus.

Você refletiu sobre a sua posição? Você é indiferente, distante ou próximo de Deus?  Deus te quer próximo. Nada de ficar se achando vazio, sem sentido na vida, a mercê do acaso. É tempo de viver aderido pela fé a Deus por meio de Cristo. Quem tem O Filho tem O Pai e recebe O Espírito como companheiro constante. Aquele que vem a Ele de nenhuma maneira será lançado fora. A salvação permanece. Jesus disse: Está consumado e quem crê nEle se apossou da salvação que o levará a ser semelhante a Jesus, pois só assim poderá vê-lo. Louvemos ao Senhor por podermos viver próximos dele desde o dia que cremos.

(O artigo é escrito pelo Pr. Eber Jamil, dono do blog).

FRASES POSTADAS NO TWITTER 61.

avivamento

Em todos os avivamentos haverá arrependimento porque O Espírito Santo desnuda a situação da Igreja e reascende a chama do primeiro amor. 19\03\2017

Se você reconhece que está aquém do que Deus gostaria e que precisa de uma renovação você já deu o primeiro passo em direção ao avivamento. 20\03\2017

A arrogância como base de um projeto de vida é maligna porque não dá glória a Deus, mas dá glória a si mesmo. 27\03\2017

Quando se está sofrendo admitir para Deus que está doendo é um passo para a cura. Não devemos recalcar, ficar sofrendo calado. Deus é nosso amigo. 05\04\2017

Entender que a criação manifesta a Glória de Deus e que o homem recebeu a posição honrosa de administrador leva-nos ao louvor e a adoração. 08\04\2017

Crer em Jesus não é crer ou viver de forma superficial. Crer em Jesus é mergulhar de cabeça. Deus não deseja nada menos do que tudo para Cristo. 10\04\2017

Perdão é uma atitude que desprende as emoções das situações. Não é que as lembranças deixarão de existir, mas não se terá o mesmo sentimento. 12\04\2017

Deus certamente “balançará” a vida do ortodoxo não praticante. Para que desperte da sua incoerência e venha viver uma vida mais condizente. 18\04\2017

Ao se deparar com pessoas fechadas, que parecem estar obtusas para o Evangelho lembre-se que para os homens é impossível, mas não para Deus. 19\04\2017

Temor a Deus, sim e sempre. Mas medo, não. O perfeito amor lança fora o medo. Quando a Bíblia fala em temor e tremor está falando de respeito. 20\04\2017

(O autor das frases é o Pr. Eber Jamil, dono do blog).

FRASES POSTADAS NO TWITTER 60.

download

21 Jan – Se estamos no Reino de Deus renunciamos os nossos desejos pecaminosos para que desfrutemos do Reino e outros vejam o Governo de Deus em nós.

22 de Jan – Quando um crente deixa de se comprometer com a obra de evangelização deixa de realizar aquilo que mais toca no coração de Deus.

23 de Jan – O Cristianismo não fala sobre o amor Divino como algo que faça parte de um discurso, mas como algo que é essência da fé cristã.

24 de Jan- Sejamos gratos por nossos corações que experimentaram o Novo Nascimento nos dando a disposição de obedecer ao Senhor.

25 de Jan – A Bíblia deve ser lida todos os dias e isto tem ênfase nas igrejas. Mas, é importante observar que a Palavra de Deus deve ser também ouvida.

26 de Jan – A cultura do descartável não está só nos objetos. O pragmatismo é um vício nas relações. Somos interesseiros e descartamos pessoas facilmente.

27 de Jan – Nem só de pão vive o homem, mas o alimento que veio de Deus, Jesus, este supre a sede essencial que é a de Deus.

28 de Jan – Não podemos apoiar aos outros sentido-nos acima deles, e nem se comparando, julgando o outro abaixo de você por estar enfrentando isso.

29 de Jan – A vida que o Jesus nos dá é mais do que a sobrevivência. É vida guiada. É vida protegida. É vida alimentada. É vida doada por Ele. É vida abundante.

30 de Jan – Líderes apontaram caminhos, defenderam ideologias, apresentaram soluções, mas diferentemente de todos Jesus disse que Ele próprio é o caminho.

 

(O autor das frases é o Pr. Eber Jamil, dono do blog).

A GRANDE MARCA.

espalhe-amor-por-ai

A grande marca de que somos discípulos de Cristo é o amor: Como está escrito em João 13:35 – Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros. Muitas igrejas possuem carteira de membro que identificam as pessoas que congregam na igreja, mas não necessariamente indica a autenticidade da conversão. A identificação de sermos genuínos é o amor.

Foi por um ato do Seu amor que Deus enviou Jesus para nos resgatar. Portanto, a nossa filiação por adoção da parte de Deus foi um ato de Graça e Amor. Se começamos por causa do amor, o mesmo tem que nortear nossos passos e caminhada. Ao ser perguntado sobre o grande mandamento, Jesus respondeu que o primeiro era amar a Deus sobre todas as coisas e o segundo semelhante ao primeiro é amar o próximo como a si mesmo. Em outro momento Jesus esclarece acerca do amor ao próximo dizendo que dava um novo mandamento que era o amar o próximo como Ele nos amou.

O amor é a virtude primária do fruto do Espírito Santo em nossas vidas. Todas as caraterísticas do fruto citadas em Gálatas são encontradas na descrição do amor em 1 coríntios 13. Paulo esclarece que o amor de Deus foi derramado em nossos corações quando O Espírito nos foi dado. Portanto, já temos em Cristo o amor, pois temos o fruto do Espírito, que para se sobressair precisa de amadurecimento espiritual. Ao caminharmos no Espírito o amor e as outras características do fruto serão vistas e praticadas em nossos relacionamentos. Jesus atraía as pessoas que eram marginalizadas e desconsideradas pela sociedade. Pessoas que viam na religião da época o peso do legalismo afluíam para Jesus, pois a sua compaixão era acolhedora e convenciam as pessoas dos pecados. Quanto a Igreja crescerá se vivenciar o amor de Jesus no seu dia-a-dia!

Paulo também descreve o amor como o vínculo da perfeição, ou seja, como a cola que une as outras virtudes cristãs na conduta do crente. Tanto que o amor é citado na Bíblia como a forma de se praticar a lei. Quando o pecado ocorre é porque houve uma atitude de desamor com Deus, com o próximo, e consigo mesmo. Sendo todo o pecado sempre um ato desamor para com Deus, pois todo o pecado é contra Deus em  primeiro lugar. Paulo aos colossenses falando sobre a nova vida que temos em Jesus fala sobre uma série de virtudes que recebemos de Cristo em nós e afirma que o amor é o vínculo, a cola que une todas estas virtudes em nós.

O cristão maduro é aquele que foi aperfeiçoado no amor e terá uma vida de prática coerente com a Palavra de Deus. Quem ama, obedece. Jesus ensinou isto claramente. Muitos substituem a prática pelo discurso. Outros substituem a prática pelo ritualismo. Quem ama não barganha, obedece. Seu relacionamento com Deus é prioritário e a Vontade de dEle é seu alimento. Paulo disse que não tinha a vida como preciosa o negócio dele era cumprir o ministério que recebeu do Senhor mostrando que o servo de Deus que ama anda no caminho oposto do egoísmo.

Jesus na cruz foi a maior demonstração de amor que houve. Durante a sua crucificação pediu o perdão dos seus algozes. Deu atenção e conforto ao ladrão que se arrependeu. Preocupou-se com o futuro de sua mãe providenciando para ela o acolhimento. Foi tentado na cruz a descer e se vingar daqueles que o crucificaram, mas o amor eram as cordas que o mantiverem ali não foram os pregos. Ele nos ama com amor eterno e com laços da bondade tem nos atraído. Vivamos com a marca distintiva do amor, que é a grande marca de quem é de Jesus.

(O autor do artigo é o Pr. Eber Jamil, dono do blog).